Situação alarmante dos presos políticos saharauis

As autoridades marroquinas aumentaram a pressão e maus tratos sobre os presos políticos saharauis.

Mohamed Bani, Sidahmed Lemjeyid e Mbarek Lefkir estiverem em greve de protesto esta terça e quarta-feira, continuam sem os seus pertences que lhes foram confiscados a 16 de Setembro quando os presos de Gdeim Izik foram dispersos por 7 prisões em Marrocos. Este grupo que esta detido em Ait Melloul passa a maior parte do dia dentro de celas individuais e os guardas têm tentado através de ameaças que assinem folhas em branco ao qual os activistas saharauis se têm recusado. A sua situação de saúde também está cada vez mais grave.

Hassan Dah e Brahim Ismaili também do grupo de Gdeim Izik detido na prisão Tiflet2 estão em greve de fome devido aos maus tratos a que têm sido sujeitos, em resposta a este protesto a administração da prisão enviou Brahim Ismaili para uma ala destinada a presos com doenças de foro psiquiátrico, numa cela sem o minimo de condições de higiene e infestada por insectos. Read more

Ayúdanos a difundir >>>