A News Network Activists denuncia violações contra jornalistas no Sahara Ocidental

Num relatório publicado pela News Network Activists, grupo de jornalistas saharauis nos territórios ocupados do Sahara Ocidental, é denunciada a perseguição e ataques de qua são vitimas os jornalistas pelas autoridades de ocupação marroquinas.

Segundo se pode ler no relatório em menos de um mês registaram-se ataques, sequestros, espancamentos, agressões violentas e confiscação de equipamento fotográfico, câmaras e telemóveis de vários jornalistas saharauis por parte de agentes das forças marroquinas.

Este relatório (ver aqui) é mais um elemento que documento a falta de liberdade de expressão nos territórios ocupados e a brutal repressão a que são sujeitos todos aqueles que tentam documentar as violações cometidas pelo Reino de Marrocos contra a população saharaui.

O Sahara Ocidental está ilegalmente ocupado por Marrocos desde 1975 quando Espanha abandonou esta colónia sem finalizar o processo de descolonização. Read more

Ayúdanos a difundir >>>