26 Deputados Europeus denunciam situação dos presos políticos saharauis – Gdeim Izik

Numa carta promovida por Paloma Lopéz da Esquerda Unida de Espanha, enviada hoje à Alta Representante da UE para Política Externa e Segurança, Frederica Mogherini, deputados europeus de Eslovénia, Espanha, França, Grécia, Irlanda, Itália, Portugal, Reino Unido e Suécia instam a União a Mogherini a intervir para terminar os maus tratos e torturas a que têm sido sujeitos os presos políticos de Gdeim Izik e apelam à libertação imediata do grupo.

Os deputados signatários membros de vários grupos políticos , Grupo Confederal da Esquerda Unitária Europeia/Esquerda Nórdica Verde;  Grupo dos Verdes/Aliança Livre Europeia; Grupo da Aliança dos Democratas e Liberais pela Europa e Grupo da Aliança Progressista dos Socialistas e Democratas no Parlamento Europeu, realçam a situação de saúde preocupante dos presos em Greve de Fome há mais de 3 semanas, os presos postos em “castigo” em celas minúsculas  conhecidas como “caixão” sem roupa, e o confinamento forçado de todos os presos de Gdeim Izik que estão 22 horas ou mais, detidos em celas individuais. Read more

Ayúdanos a difundir >>>