O preso politico saharaui Mohamed Mbarek Lefkir vitima de tortura

O preso politico saharaui Mohamed Mbarek Lefkir do grupo de Gdeim Izik foi sujeito a tortura fisica e psicologica na passada segunda feira, dia 25 de Dezembro, pelos guardas da prisão de Ait Melloul onde se encontra detido desde o passado dia 16 de Setembro.

Lefkir deveria realizar um exame universitário no dia 25 de Dezembro, os guardas que o escoltaram até a uma sala da prisão onde deveria fazer a prova disseram-lhe que se deveria despir e ficar nú para ser autorizado a fazer o teste.

Ao negar-se, o preso politico saharaui foi brutalmente espancado, com fortes golpes na cabeça até perder os sentidos. Os guardas arrancaram-lhe toda a ropa e disseram-lhe que ele era POLISARIO e portanto nunca o iam deixar aprovar um exame ou estudar.

Lefkir que faz parte do grupo conhecido como Gdeim Izik foi sequestrado e vitima de detenção arbitrária em 2010, foi condenado a 25 anos num tribunal militar em 2013 e após a anulação dessa sentença novamente condenado com a mesma sentença este ano. Read more

Ayúdanos a difundir >>>