General

Marrocos opõe-se ao envio de uma missão da ONU a El Guerguerat para examinar a situação

New York, 7 de janeiro de 2018 (SPS)

Marrocos opôs-se fortemente a um pedido da ONU de enviar uma missão técnica a El Guerguerat para examinar formas de resolver a crise nesta zona tampão ao sul do Sahara Ocidental, como afirmou o Representante do POLISARIO na ONU, Bujari Ahmed aos meios de comunicação argelinos.

De acordo com Bujari, citado pela APS, a vidita da missão da ONU está prevista no parágrafo 3 da Resolução 2351 do Conselho de Segurança de 2017, que prorroga o mandato da MINURSO, e reconhece que a crise em El Guerguerat “levanta questões fundamentais relacionadas com o cessar-fogo e acordos relacionados “e pede ao SG da ONU” encontrar uma maneira de resolvê-lo “.

Deve-se lembrar que esta disposição de resolução 2351 foi resultado de vários dias de negociações pelo Conselho de Segurança que, por consenso, decidiu considerar as causas e conseqüências da violação do cessar-fogo por Marrocos.

De todas essas discussões surgiu uma importante descoberta: a situação em El Guerguerat exige encontrar uma solução que vá além do controle simples de violações do acordo de cessar-fogo para enfrentar as causas reais que causaram a crise.

O diplomata saharaui explicou que foi alcançado um acordo sobre o envio de uma missão técnica à zona e acrescenta que um mês após a adoção da resolução, o movimento saharaui manteve amplos contatos com o Secretário Geral das Nações Unidas, bem como com o Departamento de Operações de Paz (DOP) e o Departamento de Assuntos Políticos (DAP) para implementar esta disposição.

Mas Rabat opôs-se categoricamente em setembro passado ao pedido do Secretário Geral da ONU, uma rejeição que prova mais uma vez a vontade de Marrocos de continuar a empurrar a situação para um impasse.

O Representante da POLISARIO na ONU indicou que, para evitar crescentes tensões na região, o Presidente da República, Brahim Gali, escreveu no dia 9 de dezembro ao Secretário-Geral, Antonio Guterres, para informá-lo sobre a situação em El Guerguerat.

No sábado, o Presidente da República recebeu uma carta de Guterres na qual o chefe da ONU “reconheceu a importância de resolver o problema de El Guerguerat no contexto do parágrafo três da resolução do Conselho de Segurança”.

Ayúdanos a difundir >>>

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies