Governo Alemão diz não apoiar actividades economicas no Sahara Ocidental

O partido Die Linke endereçou uma pergunta ao Governo Federal Alemão no Bundestag (parlamento alemão) sobre a actidade economica de empresas alemães nos territórios ocupados.

O Secretário de Estado Matthias Machnig respondeu que o Governo Federal informa de forma regular s actores economicos alemães sobre o facto que o estatuto do território do Sahara Ocidental não está determinado e por isso o governo não apoia as atividades econômicas das empresas alemãs no Sahara Ocidental e não garante negócios através de crédito à exportação ou garantias de investimento

Pergunta e resposta abaixo:

Deputada Eva-Maria Elisabeth Schreiber (DIE LINKE.)
Em que medida o Governo Federal (por exemplo sob a forma de créditos à exportação) suporta a Siemens AG na construção de turbinas eólicas no Sahara Ocidental (como é atualmente o caso em Boujador e Aftissat, veja: www.wsrw.org org / a105x4018) e que conclusões tira o Governo Federal sobre o fato de que as empresas alemãs são economicamente ativas no território do Sahara Ocidental, em estreita cooperação com a família real marroquina, mas contra a resistência do saharaui ?

Resposta do Secretário de Estado Matthias Machnig de 18 de dezembro de 2017
Nos seus contactos com os agentes económicos alemães, o Governo Federal assinala regularmente que o estatuto do Sahara Ocidental ao abrigo do direito internacional não foi esclarecido. Por este motivo, o Governo Federal não apoia as atividades econômicas das empresas alemãs no Sahara Ocidental e não garante negócios através de crédito à exportação ou garantias de investimento. Read more

Ayúdanos a difundir >>>