Estudantes saharauis, detidos em Marraquexe, em greve de fome

Segundo informação das familias, os 15 estudantes saharauis detidos em Marraquexe entraram em greve de fome de protesto durante 48h devido aos obstáculos sistemáticos que a administração da prisão coloca à visita dos familiares.

A administração da prisão impede as visitas dos familiares fazendo os visitantes aguardar durante horas para entrar, informando em seguida que o tempo de visita está esgotado.

A maioria das familias vivem a centenas de km’s de distância, tendo que gastar somas fora do seu alcance para se poderem deslocar.

Ayúdanos a difundir >>>