Mulheres Saharauis a personificação dos valores do 8 de março

A equipa do porunsaharalibre saúda todas as mulheres do Mundo no dia que assinala a luta pela dignidade e igualdade da Mulher.

Em especial saudamos as mulheres saharauis que têm ao longo da história do seu povo realçado o seu papel fundamental não apenas na preservação de valores, tradições, história e transmissão de saberes como também são parte essencial e talvez até o pilar da resistência contra o invasor.

Mulheres que se destacam não apenas nos campos de refugiados, construtoras de lares em exílio, e resistência diária nos territórios ocupados mas também nos palcos internacionais, porta vozes do seu povo que representam com dignidade e profissionalismo o legitimo representa do povo saharaui a Frente Polisario e o governo da RASD (República Árabe Saharaui Democrática).

As mulheres saharauis assumiram as funções ao longo de mais de 4 décadas, num desafio constante, desempenhado profissões como médicas, professoras, advogadas, técnicas de desminagem, jornalistas, camera woman, enfermeiras, soldados, químicas, entre outras e no plano político encontram-se em todas as frentes desde a administração base do bairro a ministras e embaixadoras.

Num contexto de guerra, num contexto de conflito, na última colónia de África, nos territórios ocupados, nos territórios libertados, nos campos de refugiados, na diáspora e no mundo as mulheres saharauis são o símbolo da resiliência, resistência, da honra e da dignidade.

Uma especial saudação as todas as mães, esposas, filhas e irmãs dos presos políticos saharauis e das vitimas de desaparecimento forçado.

A elas, mulheres saharauis, reafirmamos neste dia a nossa solidariedade, não lhes oferecemos flores porque elas são as flores do deserto, que sobrevivem em condições inóspitas e agressivas e mesmo assim florescem em toda a sua beleza natural. Lhes oferecemos a nossa promessa que aqui seguimos para denunciar as violações cometidas pelo ocupante marroquino contra as mulheres e povo saharaui.

Ver:

Relatório sobre a situação das mulheres saharauis

Artigo Jornalistas

Ayúdanos a difundir >>>