Presos politicos Banga e Toubali transferidos para Bouzakarn

Os presos politicos do grupo de Gdeim Izik, Sheikh Banga e Abdallahi Toubali foram hoje transferidos das prisões de Kenitra e Tiflet 1 para a prisão de Bouzakarn.

A transferência ocorreu sem qualquer aviso prévio, nem foram avisados os familiar ou advogados dos presos.

Os dois activistas saharauis chegaram a prisão de Bouzakarn ao final da tarde de hoje. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Julgamento de estudantes saharauis iniciado

O processo de recurso dos estudantes saharauis conhecido como Grupo Companheiros de El Uali iniciou-se hoje no tribunal de segunda instância de Marraquexe.

Todos os estudantes estiveram presentes, assim como os advogados de defesa Mohamed Fadel Leil , Bazid Zehmad e Laazouzi Abdrazak.

Os jovens activistas reafirmaram a sua condição de presos políticos entoando slogans pela autodeterminação.

A próxima sessão deste julgamento está agendada para dia 10 de Abril, altura em que serão ouvidos os estudantes.

Vários observadores internacionais estiveram hoje no tribunal e as famílias e estudantes saharauis apoiaram mais uma vez os jovens numa manifestação em frente ao tribunal exigindo justiça e a libertação de todos os presos. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Marrocos coloca prisioneiros de Gdeim Izik em perigo de vida

No dia 9 de março, 8 presos políticos saharauis do grupo Gdeim Izik nas prisões de Ait Melloul e Kenitra entraram em greve de fome exigindo o respeito pelos seus direitos básicos.

No dia 8 de março, os diretores da prisão de ambas as penitenciárias informaram os presos que tinham uma “nota de serviço”, dizendo que se eles começassem uma greve de fome, seriam isolados.

Na prisão de Ait Melloul, Sidahmed Lemjeyid e Mbarek Lefkir suspenderam a sua greve de fome no dia 12 de março após novas ameaças emitidas pelo diretor da prisão.

De acordo com informações das famílias, Mohamed Bani e Brahim Ismaili foram isolados no dia 12 de março sem água potável, em células de isolamento conhecidas como “caixões” minúsculas e sem janelas, os presos dormem no chão.

Segunda a declaração da filha do Sr. Ismaili, o Diretor Regional das Prisões de Agadir e o Director Prisioneiro de Ait Melloul 2 disseram ao Sr. Ismaili que, se ele caísse em coma, eles lhe dariam uma injeção para se livrar dele definitivamente e acabar com os problemas.

Às 8 da manhã de 9 de março, Sidi Abdallahi Abbahah, El Bachir Boutanguiza, Mohamed Bourial e Abdallahi Lakfawni foram trazidos para células de isolamento em Kenitra desde que começaram a greve de fome. Read more

Ayúdanos a difundir >>>