Preso politico saharaui Mohamed Bani termina greve de fome

O preso politico Mohamed Bani que esteve em 14 dias em greve de fome tendo iniciado a 9 de Março terminou hoje o seu protesto após reunião com o Diretor Regional de Prisão e Reintegração que lhe prometeu transferência para a prisão de Bouzakarn e autorização de visita para a familia 4 dias por semana e dois telefonemas semanais.

Em contacto telefónico esta manhã com a esposa, Bani informou que está muito doente.

Mohamed Bani preso politico saharaui do Grupo de Gdeim Izik foi torturado e está a cumprir uma condena de prisão perpetua.

Ayúdanos a difundir >>>