Forças de ocupação marroquinas atacam e detêm jovens saharauis desempregados

Na sexta-feira, 30 de março, as autoridades marroquinas detiveram dez membros de um grupo de jovens saharauis desempregados que fizeram um protesto não violento no telhado de um edifício, na Avenida Smara, em El Aaiun, perto do bairro de Matala.

As autoridades marroquinas desmantelaram à força o protesto e às 18h30 detiveram os jovens saharauis que foram levados algemados ao quartel da polícia.

Durante a sua detenção o grupo foi brutalmente espancado com bastões e outros objetos, forçados a sentar-se no chão de cimento, insultados, maltratados e ameaçados.

Brahim Leaajil, Khalil Balla, Amer Lahsen, Moloud Oublal, Hallab Abdallah, Zaidan Omar, Laarousi Fatan, Sidi Saidi, Mahmoud Dahi e Charkaoui Mohamed foram libertados às 00h30.

As famílias dos manifestantes se reuniram em frente ao prédio da polícia, em protesto e solidariedade.

As forças de ocupação também atacaram e invadiram casas de saharauis perto do local do protesto.

Ayúdanos a difundir >>>