Confinamento solitário prolongado dos presos políticos saharauis

PUSL.- Os quatro prisioneiros Gdeim Izik atualmente mantidos na prisão Tiflet2 estão detidos em confinamento solitário prolongado, a alguns deles foi negado o acesso a livros, embora estejam atualmente em exames universitários e não tenham nenhum contato humano significativo.

Os quatro presos políticos saharauis encontram-se em módulos diferentes (unidades de alojamento) na prisão e nunca se vêem nem se contactam.

El Bachir Khadda está nessa situação há mais de 9 meses (285 dias) desde a sua transferência em 16 de setembro de 2017, não tendo nem livros, nem rádio ou tv. Ele passa 22 horas em confinamento na sua cela, mas mesmo as duas horas em que é autorizado sair, ele opta por ficar na cela devido ao constante assédio dos presos de delito comun, um comportamento que é incentivado pelos guardas. Quando os outros prisioneiros tentam iniciar uma conversa normal sofrem punições pelos guardas. Read more

Ayúdanos a difundir >>>