Argelia e África do Sul reafirmam apoio ao Sahara Ocidental e Palestina

Abdelkader Messahel, ministro dos negócios estrangeiros da República Democrática Popular da Argélia numa visita de trabalho à África do Sul a 29 de agosto de 2018, foi recebido pelo ministro Lindiwe Sisulu e após as reuniões mantidas emitiram um comunicado conjunto onde reafirmam a solidariedade e apoio de ambos os paises ao povo do Sahara Ocidental e ao povo da Palestina nas suas lutas pela independência e soberania.

Os dois ministros recordaram os laços históricos e fraternos entre a África do Sul e Argélia, reconhecendo que esta ligação foi cimentada durante o período da luta de libertação contra o colonialismo e apartheid quando a Argélia apoiava e treinava quadros do movimento de libertação incluindo o ex-presidente Nelson Mandela.

A reunião realizou-se no ano das comemorações do centenário de Nelson Mandela.

Durante a ampla troca de pontos de vista sobre questões bilaterais, continentais e internacionais, os ministros reafirmaram a sua posição relativamente ao Sahara Ocidental, ou seja a realização do direito de auto-determinação do povo saharaui, a descolonização do Sahara Ocidental e a rápida resolução do conflito no âmbito da legalidade internacional.

Leer más …Argelia e África do Sul reafirmam apoio ao Sahara Ocidental e Palestina

Não há confederação com Marrocos como solução para a ocupação do Sahara Ocidental

Diario La Realidad Saharaui, DLRS

Mhamed Khadad nega uma confederação com Marrocos como uma solução para a ocupação do Sahara Ocidental.

A Frente Polisario nega os rumores lançados pela imprensa marroquina e alguns meios de comunicação espanhóis, que atribuiu ao enviado pessoal do Secretário Geral da ONU, Horst Köhler, “um suposto roteiro consistindo de uma confederação com Marrocos como uma solução para a ocupação. do Sahara Ocidental “.

O Diario La Realidad, na quinta-feira, em conversações com o chefe da Comissão de Relações Exteriores da Frente Polisário e coordenador da Missão para o Referendo no Sahara Ocidental, Mhamed Khadad, esclareceu que o Enviado Pessoal da ONU enviou um apelo oficial para as partes do conflito, a Frente Polisario e o Reino de Marrocos, bem como as partes observadoras no conflito Argélia e Mauritânia para participar numa ronda de negociações que começará em outubro próximo.

Leer más …Não há confederação com Marrocos como solução para a ocupação do Sahara Ocidental

Como Marrocos tenta obstruir o trabalho do enviado especial da ONU para o Sahara Ocidental

Horst KöhlerFonte: TSA (Argélia) Por: Sonia Lyes 12 de agosto de 2018 / Tradução não oficial de Poesia EIC para espanhol para um Sahara Livre

A apresentação feita por Horst Kohler, representante pessoal do Secretário Geral das Nações Unidas para o Sahara Ocidental, ao Conselho de Segurança da ONU sobre a sua recente visita à região, foi precedida nos bastidores por manobras marroquinas destinadas a antecipar a apresentação e limitá-la a um simples fato.

Isto é revelado numa carta enviada pelo Representante Permanente de Marrocos à ONU aos quinze membros do Conselho de Segurança da ONU em 6 de agosto, dois dias antes da apresentação de Horst Kohler.

“O Conselho de Segurança realizará em 8 de agosto de 2018 a sua terceira consulta em seis meses sobre a questão do Sahara marroquino. A reunião foi solicitada pelo representante pessoal do Secretário Geral, Sr. Horst Kohler, o briefing será apenas um relatório objetivo da sua visita à região em junho passado “, escreveu Omar Hilale (embaixador de Marrocos para a ONU em Nova Iorque), acrescentando que “Marrocos teria preferido esta terceira apresentação e o representante pessoal teria sido ouvido numa fase posterior “.

Leer más …Como Marrocos tenta obstruir o trabalho do enviado especial da ONU para o Sahara Ocidental

ONU planeia conversações entre as partes sobre o Sahara Ocidental antes do final do ano

PUSL.- O enviado pessoal do Secretário Geral da ONU para o Sahara Ocidental pretende convocar conversações antes do final do ano entre Marrocos e a Frente Polisario para encerrar um conflito de décadas, disse o presidente do Conselho de Segurança na quarta-feira.

Horst Koehler, ex-presidente alemão e ex-diretor do Fundo Monetário Internacional, informou o Conselho a portas fechadas sobre os seus esforços para reiniciar as negociações após um período de dez anos em que não foi possível reunir as partes devido à intransigência de Marrocos em respeitar a premissa sobre a qual se baseou o acordo de cessar-fogo em 1991, a realização de um referendo de autodeterminação.

A conferência de imprensa que se seguiu à reunião com declarações do vice-embaixador britânico Jonathan Allen, cujo país detém a presidência do Conselho de Segurança da ONU este mês não foi transmitida pela TV das Nações Unidas que curiosamente no preciso momento em que se iniciou a conferência ficou com a imagem em pausa.

Leer más …ONU planeia conversações entre as partes sobre o Sahara Ocidental antes do final do ano

UN silenciosa após reunião de conselho de segurança sobre Sahara Ocidental

PUSL.- Hoje realizou-se a reunião do Conselho de Segurança da UN com Horst Köhler enviado pessoal do Secretário-geral António Guterres para o Sahara Ocidental.

Esta foi a imagem transmitida pela tv das Nações Unidas durante a conferência de imprensa que devia de realizar-se após a reunião.

Nenhuma explicação ou informação estava disponível no site das Nações Unidas.

Leer más …UN silenciosa após reunião de conselho de segurança sobre Sahara Ocidental

Os pequenos embaixadores da paz saharauis na Itália

PUSL entrevistou Fatimelu Sidi Allal, membro da representação da Frente Polisario na Itália. O projecto “Pequenos Embaixadores da Paz”, que teve início em Itália em 1982 (na Toscana Sesto Fiorentino), evoluiu ao longo dos anos, acolhendo cada vez mais crianças dos campos de refugiados saharauis. É um projeto nacional que tem expressão em várias regiões e municípios da Itália e envolve a participação ativa de políticos, associações, organizações religiosas, voluntários e médicos, entre outros.

Fatimelu Sidi Allal começou por nos contar sobre o gesto radical do povo saharaui. O gesto radical que todo um povo abraçou quando foi invadido por Marrocos. Em vez de fugirem para o Atlântico que banha toda a costa saharaui, onde se localizam as cidades mais populosas, fugiram para o deserto. Optando por um exílio extremo. Foram o único povo que fugiu da costa para o deserto para se reorganizar. Este gesto, diz Fatimelu, tem hoje um incrível valor inestimável, porque enquanto populações inteiras se reúnem para atravessar o Mediterrâneo, olhando para o outro lado, para soluções individuais e definitivas para suas vidas por causa das tragédias que sofrem, os saharauis veem os campos de refugiados na região desertica como o lugar onde eles pertencem e onde eles podem ser reorganizados para recuperar a sua terra roubada. E como fazem eles isso? De uma forma sem precedentes, uma luta não violenta, extremamente civil, respeitando as resoluções das Nações Unidas e da União Africana.

Leer más …Os pequenos embaixadores da paz saharauis na Itália

Comunicado MPT: Sobre a situaçao insustentável do Povo Saharaui

O MPT, coerente com os valores que preconiza, reafirma a sua solidariedade com o povo saharaui e o seu legÍtimo representante, a Frente Polisário, e com seu inalienável direito à autodeterminação em conformidade com as resoluções da Nações Unidas, da União Africana e os pareceres e acórdãos do Tribunal de Haia e do Tribunal de Justiça da União Europeia (TJEU), condenando a ocupação militar ilegal de grande parte do território do Sahara Ocidental pelo Reino de Marrocos, bem como a alteração demográfica com a introdução de centenas de milhares de colonos.

É com particular preocupação que vemos a inércia por parte da comunidade internacional em relação a esta ocupação que se prolonga desde 1975 e que não terminou, como seria de esperar em 1991, com a assinatura do acordo de cessar-fogo cujas premissas não têm sido respeitadas por Marrocos, que tem colocado entraves consecutivos à realização do referendo para a autodeterminação, única razão pela qual se mantém uma Missão das Nações Unidas no terreno há mais de duas décadas e cujo mandato não inclui a proteção da população saharaui.

Leer más …Comunicado MPT: Sobre a situaçao insustentável do Povo Saharaui

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies