Guterres pede ao Conselho de Segurança da ONU extensão de mandato da MINURSO

PUSL.- O secretário-geral da ONU pediu hoje ao Conselho de Segurança que estenda por um ano o mandato da MINURSO (Missão das Nações Unidas para o Referendo do Sahara Ocidental), para apoiar o reinício das negociações políticas agendadas para Dezembro entre Marrocos e a Frente Polisario.

“Recomendo que o Conselho estenda o mandato por um ano, até 31 de Outubro de 2019, para dar ao meu emissário o espaço e o tempo necessários para criar condições que permitam o avanço do processo político”, escreveu António Guterres, num documento obtido pela agência noticiosa francesa AFP.

“Peço às partes e aos vizinhos que cheguem à mesa de negociações de boa-fé e sem condições prévias”, nos dias 5 e 6 de dezembro próximo, na Suíça.

Marrocos e a Frente Polisário concordaram em participar nas “discussões preliminares”, disse António Guterres, mostrando-se confiante em relação às respostas da Argélia e da Mauritânia, os outros dois países convidados para a “mesa-redonda” organizada em Genebra. Marrocos anunciou várias vezes que não vai ceder nas negociações.

A última ronda de negociações entre Marrocos e a Frente Polisário remonta a 2012.

A Polisário reivindica o referendo de autodeterminação para o Sahara ocidental, que foi a permisa do cessar fogo de 1991 e que até hoje tem sido boicotado por Marrocos. Marrocos rejeita qualquer solução que não implique uma autonomia sob a sua soberania.

Ayúdanos a difundir >>>