Relatório FUSO: A tortura sofrida pela população saharaui sob ocupação

PUSL e FUSO .- A Fundación Sáhara Occidental (FUSO), na seuqência do trabalho realizado durante anos de observação e monitorização dos direitos humanos, violações e genocídio cometido contra o povo saharaui, entendeu que era necessário elaborar um relatório, onde se resumisse de forma que se possa compreender e avaliar nos seus termos justos os processos de tortura a que esta submetida a população saharaui. Viu-se pois, oportuno publicar este relatório que se apoia apoiado nos numerosos relatórios e artigos existentes da Fundação e de outros organismos internacionais, e em colaboração e acordo com o trabalho que se tem vindo a realizar com Por un Sahara Libre .org (PUSL).

O relatório “A tortura sofrida pela população saharaui sob ocupação” é difundido com o objetivo de que seja uma ferramenta de trabalho, consciencialização e sensibilização. Tendo um conteúdo acessível e assimilável para qualquer pessoa, com ou sem conhecimentos na área dos direitos humanos ou em direito, possibilitando uma abordagem científica e técnica sobre a situação da tortura nos territórios ocupados do Sahara Ocidental, amparada e justificada pelos casos estudados e as numerosas entrevistas realizadas.

Além disso, e como objetivo primeiro deste relatório é fazer chegar aos fóruns internacionais, onde se decidem e debatem importantes questões sobre a proteção da população saharaui e o direito à autodeterminação e onde ser devem adotar os mecanismos necessários para que este genocídio e tortura parem, de forma a ajudar a que estes organismos e nações alterem as suas políticas sobre esta temática e tomem uma posição mais ativa na defesa da população saharaui.

Por todas estas razões a Fundación Sahara Occidental (FUSO), em conjunto com Por un Sahara Occidental .org (PUSL), tem vindo a trabalhar na elaboração deste relatório, que agora se publica, e que foi realizado com o rigor, profissionalismo e honradez que um tema tão sensível, duro e difícil como é a tortura da população saharaui merece.

Informe Fundación Sáhara Oc… by on Scribd

Ayúdanos a difundir >>>