Forças da ocupação marroquina contra estudantes em El Aaiun

PUSL.- El Aaiun foi hoje palco da maior manifestação à decadas de alunos das escolas secundárias contra a alteração dos horários das escolas.

Centenas de membros das forças da ocupação marroquina cercaram escolas e perseguiram alunos tentando reprimir este protesto que teve lugar em todas as escolas públicas da cidade.

“Manifestamos contra a alteração dos horários, mas também nos manifestamos contra a ocupação” diz Mohamed, 15 anos jovem saharaui e aluno do ensino secundário.

“Somos descriminados, sofremos violência todos os dias desde que nascemos estamos fartos. Chega de ocupação” diz Suelma, 14 anos.

Este protesto dos alunos das escolas secundárias de El Aaiún contra a mudança do horário escolar transbordou e deu oportunidade a todos os jovens saharauis a fazer ouvir as suas revindicações.

Marrocos como sempre reage com violência e repressão, dando razão à jovem Suelma que denúncia a violência sofrida pelas crianças saharauís desde que nascem.

 

 

 

 

Ayúdanos a difundir >>>