Comunidade de Desenvolvimento da África Austral prepara conferência de apoio à República Saharaui e à Frente Polisario na África do Sul e na Namíbia

Fonte:  South African Consulate general New York City  /  EIC Poemario por un Sahara Libre

O Ministro de Relações Internacionais e Operações da África do Sul, Lindiwe Sisulu, anunciou na quarta-feira 13/02 a data da Conferência Internacional da Comunidade Económica dos Estados da África Austral, SADC, sobre o Sahara Ocidental.

O Ministro das Relações Internacionais e da Operação disse que “a África do Sul continua empenhada na sua posição de princípios, em apoio do direito inalienável do povo saharaui à sua autodeterminação e independência, posição baseada nas resoluções e decisões expressas pela SADC, a União Africana e as Nações Unidas “Ao manifestar o nosso compromisso continuado com a luta do povo saharaui, a África do Sul e a Namíbia vão acolher a Conferência de Solidariedade da SADC no Sahara Ocidental na África do Sul de 25 a 26 de Março de 2019” Diplomacia Africana.

Cirilo Ramaphosa, no 107.º aniversário do Congresso Nacional Africano, ANC, lembrou que “a luta do povo saharaui pela liberdade e independência é a nossa luta”.

A SADC realizou uma reunião em 6 de fevereiro para discutir a agenda da cimeira da União Africana e preparar a conferência para apoiar a República saharaui, que constituirá uma circunstância para mobilizar apoio para a questão do Sahara Ocidental e reforçar a posição da República saharaui ao nível africano e internacional.

A SADC vai apelar a vários países para participarem na conferência internacional, que reflectirá a solidariedade do continente africano com o povo saharaui, que luta pela sua liberdade e soberania.

Segundo fontes consultadas, espera-se que o resultado da conferência internacional seja apresentado à Comissão da União Africana.

A Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) tem 16 estados membros: Angola, Botsuana, Comores, República Democrática do Congo, Eswatini, Lesoto, Madagáscar, Malawi, Maurícias, Moçambique, Namíbia, Seychelles, África do Sul, Tanzânia, Zâmbia e Zimbabué.

Ayúdanos a difundir >>>