Comunicado da família do Sr. BOURIAL, prisioneiro do grupo conhecido como GDEIM IZIK

PUSL.-O Sr. Mohamed Bourial está preso em Marrocos desde 2010, após o desmantelamento do chamado acampamento Gdeim Izik. Foi condenado a 30 anos na ausência de qualquer outra prova além das confissões extraídas sob tortura.

Apesar dos seus pedidos para investigar a tortura que sofreu, o Reino do Marrocos nunca realizou uma investigação imparcial, nem interrompeu o tratamento cruel e desumano contra ele. Esses maus tratos continuaram depois a sua transferência para a prisão de Tiflet2 – em março de 2018 -, na qual ele se encontra agoraem isolamento, privado de visita, em estado precário de saúde e sem nenhum tipo de atenção médica. É neste contexto que ele mandatou através da sua família a sua advogada a apresentar uma comunicação ao Comitê contra a Tortura da ONU em novembro de 2018.

Para que a situação evolua, Mohamed decidiu iniciar uma greve de fome com a principal exigência de proteção das mais altas autoridades internacionais contra qualquer forma de tortura ou tratamento desumano.

Leer más …Comunicado da família do Sr. BOURIAL, prisioneiro do grupo conhecido como GDEIM IZIK

Autonomia não é opção: diz Ministro Sul Africano na Conferência de solidariedade da SADC

PUSL.- O vice-ministro das Relações Internacionais e Cooperação, Luwellyn Landers, diz que a cimeira da SADC está a ser realizada para demonstrar solidariedade com o povo do Sahara Ocidental. Numa entrevista esta manhã Landers reafirma que a única solução para o conflito e a autodeterminação do povo saharaui. O plano de autonomia que Marrocos exige não é uma opção, afirma o Ministro.

Landers diz que a intenção da conferência de solidariedade é apoiar o povo do Sahara Ocidental a alcançar um estado soberano e independente. Sobre as negociações em curso promovidas por Horst Koehler enviado pessoal do SG das ONU o representante sul africano disse que as opiniões de Koehler têm que ser valoradas mas que há outras opiniões que se têm que ter em conta.

Sobre a adesão de Marrocos à UA, Landers diz que a questão colonial em África é clara no acto constituitivo e que o conflito do Sahara Ocidental tem que ser resolvido com as Nações Unidas e a União Africana. As Nações Unidas têm falhado não só o povo saharaui, como o do Iemen, da Siria e muito outros : “talvez seja tempo que as Nações Unidas façam um balanço” diz o ministro.

Leer más …Autonomia não é opção: diz Ministro Sul Africano na Conferência de solidariedade da SADC

Marrocos falha em tentativas de boicotar a conferência de solidariedade da SADC com o povo do Sahara Ocidental

iol.co.za / SHANNON EBRAHI* .- Aparentemente Marrocos tentou de tudo para desviar a atenção da Conferência de Solidariedade da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) com o povo do Sahara Ocidental, que terá lugar em Pretória na segunda e terça-feira.

A tentativa de Marrocos de neutralizar os esforços africanos para encontrar uma solução para o conflito e garantir a libertação da última colônia da África é uma medida que demonstra a sua intransigência e desespero.

Chefes de estado africanos e ministros das Relações Exteriores de todo o continente, bem como alguns dignitários estrangeiros, irão participar na conferência. Isto representa uma ameaça para a agenda de Marrocos – para encerrar qualquer tentativa de avançar o processo de paz. Marrocos opõe-se ao envolvimento da UA.

Leer más …Marrocos falha em tentativas de boicotar a conferência de solidariedade da SADC com o povo do Sahara Ocidental

“Os nossos sentimentos em relação aos nossos mortos são violados pelo regime marroquino”. Hmad Hammad, vice-presidente da CODAPSO

Diario La Realidad Saharaui .- Eu estava na companhia de minhas sobrinhas e sobrinhos preparando a nossa visita ao túmulo da minha mãe, nos nossos carros, o meu e da minha sobrinha. Antes de passar o controle da Gendarmaria da ocupação marroquina na cidade ocupada de El Aaiun, eles nos fizeram parar. Recebi ordens para sair do carro e ficamos retidos por mais de uma hora, sem qualquer explicação, enquanto as crianças choravam e ficavam expostas às altas temperaturas dentro dos carros. Viam como o tio delas estava sendo mantido por indivíduos armados. O mais paradoxal foi que o gendarme do regime de ocupação não me deu nenhuma explicação, enquanto eu lhe perguntava repetidamente qual era o motivo da minha detenção.

Entre os gritos de angústia das crianças e o desespero das minhas sobrinhas, estive detido por mais de uma hora tentando descobrir o porquê dessa retenção, mas recebi o silêncio e a recusa dos gendarmes marroquinos em me dar uma resposta. A nossa visita ao túmulo da minha mãe falecida recentemente, em vez de ser uma visita de acordo com nossos costumes e crenças, tornou-se um pesadelo e lágrimas para as crianças que queriam lembrar a sua avó. Isto não é coincidência, é claro que foi uma represália e uma vingança pelos slogans com os quais dissemos adeus a minha mãe no seu funeral e às bandeiras saharauis com as quais cobrimos o seu túmulo.

Leer más …“Os nossos sentimentos em relação aos nossos mortos são violados pelo regime marroquino”. Hmad Hammad, vice-presidente da CODAPSO

Transcrição quase literal da roda da imprensa pelo Sr. Horst Köhler, Enviado Pessoal do S G da ONU para o Sahara Ocidental sobre a Segunda Mesa Redonda sobre o Sahara Ocidental

ONU – GINEBRA, 22 DE MARÇO DE 2019

Senhoras e senhores,

Tenho o prazer de informar que acabamos de concluir a segunda reunião de mesa redonda sobre o Sahara Ocidental.

Gostaria de elogiar todas as delegações por demonstrarem o seu compromisso e de se reencontrarem nesta ocasião. Também gostaria de agradecer ao governo suíço pelo generoso apoio na organização desta mesa redonda.

Como resultado das nossas discussões nos últimos dois dias, as delegações concordaram com um comunicado conjunto que lhes lerei em seguida. Mas primeiro, permitam-me fazer algumas observações pessoais.

Leer más …Transcrição quase literal da roda da imprensa pelo Sr. Horst Köhler, Enviado Pessoal do S G da ONU para o Sahara Ocidental sobre a Segunda Mesa Redonda sobre o Sahara Ocidental

Frente Polisario: Somente com a aprovação do povo saharaui, uma solução pode ser duradoura e promover uma paz genuína

Comunicado da Frente POLISARIO:

[GENEBRA, 22 DE MARÇO DE 2019] Hoje, a Frente POLISARIO concluiu a segunda mesa redonda liderada pela ONU sobre o SaHara Ocidental. Participamos de forma construtiva e sem pré-condições com o objetivo de cumprir o direito inalienável do nosso povo à autodeterminação e à independência.

É evidente que a única solução viável, realista e duradoura é aquela que concede ao nosso povo o direito de decidir livre e democraticamente o seu próprio destino, sem precondições. Só com a aprovação do povo saharauí é que uma solução pode ser duradoura e fomentar uma paz genuína que abre caminho a um Sahara Ocidental livre, próspero e democrático, que contribuirá para a paz, estabilidade, segurança e integração regionais.

A Frente POLISARIO continua comprometida com uma solução pacífica e genuína, e congratulamo-nos com os esforços constantes do Enviado Pessoal do Secretário-Geral da ONU e exortamos a comunidade internacional a apoiá-lo plenamente. Mas não temos ilusões sobre os obstáculos à paz. O Sahara Ocidental permanece sob a ocupação repressiva e ilegal de Marrocos, que sistematicamente viola os direitos humanos do povo saharaui. Essa realidade básica não pode ser ignorada; a autodeterminação é incompatível com a ocupação.

Leer más …Frente Polisario: Somente com a aprovação do povo saharaui, uma solução pode ser duradoura e promover uma paz genuína

Sahara Ocidental: encontro sob auspícios da ONU entre Frente POLISARIO e Marrocos

PUSL / Jornal Tornado .- Está a decorrer (21-22 de Março) em Ginebra o segundo encontro entre a Frente POLISARIO e Marrocos promovido por Horst Koehler, enviado pessoal do Secretário-Geral das Nações.

Para além das delegações de Marrocos e da Frente POLISARIO participam como observadores a Argélia e a Mauritânia, informou um comunicado da ONU.

Segundo este comunicado “A reunião ocorrerá de acordo com a resolução 2440 do Conselho de Segurança da ONU como mais um passo no processo político para alcançar uma solução política justa, duradoura e mutuamente aceitável, que proporcionará a autodeterminação do povo do Sahara Ocidental”.

Uma frase utilizada vezes sem conta nas resoluções das Nações Unidas, mas cujo significado é simples: a concretização do referendo acordado entre as partes que foi a base do acordo de cessar-fogo em 1991.

Leer más …Sahara Ocidental: encontro sob auspícios da ONU entre Frente POLISARIO e Marrocos

Mohamed Bourial, preso político saharaui inicia greve de fome

PUSL.- A família de Mohamed Bourial informou que este preso político do grupo Gdeim Izik iniciou uma greve de fome hoje.

Mohamed Bourial detido em Tiflet2 exige que seja transferido para uma prisão perto da sua família em El Aaiun, respeito pelos seus direitos fundamentais, fim de todos os maus-tratos, do isolamento e atenção médica.

Em Tiflet2, os presos saharauis estão sujeitos a confinamento prolongado, assédio, maus-tratos e os seus direitos básicos não são respeitados. As Famílias confrontam-se com grande dificuldades para visitá-los uma vez que Tiflet fica a mais de 1300 km de El Aaiun.

Tiflet2 é conhecida como uma das piores prisões de Marrocos, onde muitos presos só saem de lá num caixão, muitas vezes referido como o Guantánamo de Marrocos.

Leer más …Mohamed Bourial, preso político saharaui inicia greve de fome

Especialista em direitos humanos da ONU incapaz de realizar visita a Marrocos por falta de garantias

GENEBRA (19 de março de 2019) NU (ohchr.org) .- O relator especial da ONU para a independência de juízes e advogados, Diego García-Sayán, anunciou que as condições necessárias para a sua visita a Marrocos não foram cumpridas.

“O governo de Marrocos não conseguiu garantir um programa de trabalho de acordo com as necessidades do mandato e os termos de referência para visitas a países por meio de procedimentos especiais”, disse ele.

O perito em direitos humanos deveria visitar o país de 20 a 26 de março de 2019 para examinar o impacto das medidas destinadas a assegurar a independência e a imparcialidade do sistema judiciário e dos promotores, e o exercício independente da profissão jurídica.

“É lamentável que as sugestões de locais a visitar e o horário de trabalho não tenham sido totalmente levados em consideração pelo governo. É uma condição prévia essencial para o exercício do mandato do Relator Especial que eu possa determinar livremente as minhas prioridades, incluindo locais a serem visitados ”, disse ele.

Leer más …Especialista em direitos humanos da ONU incapaz de realizar visita a Marrocos por falta de garantias

Julgamento de jornalista saharaui adiado

PUSL.- O julgamento de Nazha El Khalidi, que deveria ter ocorrido hoje, foi adiado para 20 de maio a pedido de seu advogado, já que ela está na Europa participando em várias conferências.

Khalidi, uma ativista dos meios de comunicação saharauis, colaboradora da Equipe Media e da RASD-TV, foi detida por várias horas no dia 4 de dezembro de 2018 enquanto transmitia ao vivo o protesto nos meios de comunicação sociais.

De acordo com a Equipe Media, ela disse que foi espancada, presa e que o seu telemóvel foi confiscado.

A jovem é agora acusada de “reivindicar ou usurpar um título associado a uma profissão que é regulada por lei sem antender às condições necessárias para usá-la”.

Leer más …Julgamento de jornalista saharaui adiado

África do Sul informa sobre a Conferência de Solidariedade da SADC sobre o Sahara Ocidental

Joanesburgo, África do Sul (ADV) – O ministro das Relações Internacionais e Cooperação da África do Sul, Lindiwe Sisulu, informará na próxima semana, membros da imprensa sobre o estado de preparação da Conferência de Solidariedade da SADC com a República Democrática Árabe Saharaui / Sahara Ocidental.

No início deste mês, o Departamento de Relações Internacionais e Cooperação (DIRCO) anunciou que a África do Sul e a Namíbia serão co-anfitriãs da Conferência de Solidariedade da SADC no Sahara Ocidental, marcada para 25 a 26 de Março de 2019 em Pretória.

Durante um debate sobre o discurso do Estado da Nação, o Presidente Cyril Ramaphosa disse que a Conferência de Solidariedade será “em apoio à luta do povo saharaui contra a ocupação colonial do seu território”.

Leer más …África do Sul informa sobre a Conferência de Solidariedade da SADC sobre o Sahara Ocidental

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies