Julgamento adiado do activista saharaui Saadoni que entrou em greve em fome

PUSL.- O julgamento do activista saharaui Ali Saadoni foi hoje adiada para a próxima segunda-feira 22 de Abril.

Saadoni entrou em greve de fome em protesto contra os maus tratos sofridos , a sua detenção arbitrária e os maus tratos à sua familia.

Saadoni que foi sequestrado pela policia no passado dia 11 de Abril esteve em paradeiro desconhecido durante mais de 24h.

Ayúdanos a difundir >>>