Julgamento adiado pela segunda vez de Saadoni activista saharaui em greve de fome

PUSL.- O julgamento do activista saharaui Ali Saadoni foi ontem adiado pel a segunda vez, estando agendado para a próxima segunda-feira 29 de Abril.

Saadoni entrou no tribunal gritando palavras de ordem pela independência do Sahara Ocidental e em apoio à Frente Polisario.

O seu advogado pediu que libertassem Saadoni enquanto aguarda julgamento, pedido que foi recusado.

O activista saharaui disse no tribunal que foi torturado e que está em greve de fome em protesto contra os maus tratos sofridos, as torturas e as acusações fabricadas contra ele. Denunciou ainda que não tinha assinado o documento da policia com declarações falsas.

O tribunal esteve rodeado de forças de ocupação marroquinas e o acesso ao edifício foi interdito à população e activistas saharauis que queriam assistir ao julgamento. Read more

Ayúdanos a difundir >>>