O Comité Saharaui CODAPSO reúne-se com o jornal dos EUA, o Wall Street Journal

Hmad Hammad, M. Dadash, D. Nissembaum y A. Biay

Redação e edição: Diario La Realidad Saharaui/ DLRS 17/05/2019
O Comité Saharaui CODAPSO reuniu-se com o jornal americano The Wall Street Journal.

O Comitê para a Defesa da Autodeterminação do Povo do Sahara Ocidental, CODAPSO, reuniu-se em 13 de maio na cidade ocupada de El Aaiun, Sahara Ocidental, com o jornal americano The Wall Street Journal e informou sobre a situação das violações dos direitos humanos. que os saharauis sofrem nos territórios ocupados.

Segunda a informação recolhida pelo DLRS , o Comitê para a Defesa do Direito à Autodeterminação do Povo do Sahara Ocidental reuniu-se em El Aaiun em 13 de maio com o distinto jornalista americano Dion Nissenbaum. Participaram do encontro o Sr. Sidi Mohamed Dadash, portador do Prémio Norueguês de Direitos Humanos Rafto, o Vice-Presidente do Comité, o Sr. Hmad Hammad e Abdelaziz Biay, membro da CODAPSO”. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Marrocos: lei usada para silenciar jornalistas

Mulher que filmou a polícia enfrenta 2 anos na prisão

(Nova Iorque) HWR – As autoridades marroquinas estão a utilizar uma lei destinada a impedir que as pessoas reivindiquem falsamente credenciais profissionais para acusações criminais contra pessoas que tentam expor abusos, disse hoje a Human Rights Watch.

No último caso, Nazha Khalidi, que é afiliada ao grupo ativista Equipe Media em El-Aaiun, no Sahara Ocidental, será julgada a 20 de maio de 2019, acusada de não cumprir os requisitos para se intitular jornalista. A polícia prendeu-a a 4 de dezembro de 2018, enquanto ela estava a transmitir em directo no Facebook uma cena de rua no Sahara Ocidental e denunciando a “repressão” marroquina. Ela pode ser condenada a dois anos de prisão.

“As pessoas que falam pacificamente nunca devem ter medo de ser presas por ‘fingir’ serem jornalistas”, disse Eric Goldstein, diretor adjunto do Oriente Médio e Norte da África da Human Rights Watch. “As autoridades não deveriam estar a usar uma lei destinada a impedir que uma pessoa não qualificada alegue ser um médico, por exemplo, para punir pessoas cujos comentários lhes desagrade.” Read more

Ayúdanos a difundir >>>