Sahara Ocidental – e agora?

Por Isabel Lourenço, colaboradora de PUSL/Tornado

PUSL – Jornal Tornado .- Vários acontecimentos desde a eleição de António Guterres como Secretário Geral das Nações Unidas levaram alguns simpatizantes da causa saharaui a pensar que a resolução do conflito estaria bem encaminhada. Esta “tendência de reflexão” também foi apoiada nas redes sociais, blogues e meios de comunicação social.

Na verdade, sempre me surpreendeu todo o entusiasmo em torno do novo Secretário Geral que durante uma década foi o Alto-Comissário das Nações Unidas para os Refugiados e subscreveu corte, após corte na ajuda humanitária aos campos de refugiados saharauis.

As expectativas criadas em torno do ex-primeiro ministro de Portugal, deviam-se ao facto de ser simpático e educado, uma qualidade que felizmente quase todos os políticos em Portugal, da esquerda á direita, compartilham. Mas a educação e simpatia nada tem a ver com os posicionamentos políticos.

A falta de conhecimento e analise do percurso politico do novo secretário geral, das suas  “alianças” e ” simpatias” na arena internacional levaram a um entusiasmo pouco realista.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>