Autoridades marroquinas espancaram brutalmente vários saharauis na recepção a um preso político libertado no Sahara ocupado


PÚBLICO.- Um vídeo divulgado pela Equipe Media mostra como um grupo,que eles identificam como forças auxiliares marroquinas, está a atacar três pessoas que foram à cidade de Smara para receber o prisioneiro Salah Lebsir, libertado na última sexta-feira após cumprir quatro anos de prisão por participar de manifestações pacíficas pela autodeterminação do Sahara.

Um grupo de homens armados com varas espancou brutalmente três cidadãos saharauis na cidade de Smara, no Sahara Ocidental, ocupada por Marrocos. Foi isso que a Equipe Media relatou na sua conta no Twitter, onde publicou um vídeo em que se pode ver a agressão que ocorreu na última sexta-feira.

Segundo o site de correspondência diplomática saharaui, três cidadãos saharauis foram interceptados no seu carro por um grupo de agentes das forças auxiliares marroquinas armados com estacas que os atacaram, empurraram-nos para fora e bateram-nos repetidamente.

 

De acordo com essas duas fontes de informação saharaui, os assaltados estavam a prepara-se para receber Salah Lebsir, um preso político recém-libertado após cumprir uma sentença de quatro anos de prisão. Lebsir foi preso a 6 de junho de 2015 por participar em manifestações pacíficas na cidade de Smara, durante as quais foi reivindicado o direito à autodeterminação do povo saharaui. Além do ativismo político, o recém-libertado também é jornalista.

Ayúdanos a difundir >>>