Conversa/Debate e exposição sobre Sahara Ocidental no Macaréu Associação Cultural

PUSL .- No domingo, dia 29 de Setembro realizou-se no Macaréu – Associação Cultural no Porto uma conversa debate sobre o Sahara Ocidental com a presença de Isabel Lourenço, activista de Direitos Humanos e a inauguração de uma exposição sobre o mesmo tema.

Durante a conversa foi aborada a situação em que vive o povo saharaui desde a invasão de grande parte do seu território por Marrocos em 1975.

A exposição sobre o Sahara Ocidental da organização “porunsaharalibre.org – PUSL” pode ser visitada nesta associação sita na Rua João das Regras, 151 – Porto

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Apresentação no Porto da revista Internacional de estudos africanos: Sahara Ocidental – as politicas do Impasse

PUSL .- No passado sábado dia 28 de Setembro, foi apresentada a revista Internacional de estudos africanos com o titulo Sahara Ocidental – as politicas do Impasse.

A revista Africana Studia é editada pelo Centro de Estudos do Africanos da Universidade do Porto, e o número 29 foi dedicado ao Sahara Ocidental.

Um trabalho que inclui artigos de académicos a nível internacional e que aborda os actores directos e indirectos do conflito, os observadores emergentes, a República Árabe Saharaui e.a área Lusofóna, problemáticas do Sahara Ocidental e termina com duas entrevistas a representantes do povo saharaui. Os artigos da revista foram publicados em Português, Inglês e Francês.

A apresentação realizou-se na Associação Gato Vadio no Porto. O Prof. Maciel Santos do Centro de Estudos Africanos fez uma breve apresentação da revista e dos seus objectivos, assim como da metodologia seguida.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Noite de solidariedade com o povo saharaui em Mantes la Jolie

PUSL.- Sexta-feira, 27 de setembro, a seção do Partido Comunista Francês em Mantes La-Jolie organizou uma noite de solidariedade com o povo saharaui. A noite começou com uma intervenção do conselheiro municipal de Mantes la Jolie, Sr. Mark Jamet, que falou sobre a importância desta iniciativa para aumentar a conscienlização do público francês sobre a causa saharaui. Ele reiterou a posição de seu partido de apoio ao povo saharaui na sua luta pela liberdade e independência. O vice-representante da Frente Polisario em França e responsável pela comunidade saharaui comentou a situação atual no Sahara Ocidental. Após essas duas apresentações, houve a projeção do documentário: a última colônia da África. O qual foi seguido por um debate e discussões aprofundadas sobre a história do conflito e o status legal do Sahara Ocidental e a posição da França nesse conflito.

Entre os convidados estava Pascal Torre, responsável pelo departamento de relações externas do PCF, que falou sobre a posição da França, que com o apoio a Marrocos permite a intransigência e o desrespeito à legitimidade internacional.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Mohamed Lamin Boudnani , activista saharaui detido e encarcerado na prisão negra

PUSL.- Na sexta-feira, dia 27 de Setembro, Mohamed Lamin Boudnani foi condenado sob uma falsa acusação de “insultar um funcionário público” pelo tribunal de El Aaiun.

No passado dia 23 de Setembro Boudnani foi convocado a apresentar-se na policia, quando chegou foi surpreendido com um interrogatório onde foi informado pela primeira vez que tinha um mandato de captura desde 2016.

Esta afirmação por parte das autoridades Marroquinas é inverosímil visto que o Sr. Boudnani não estava escondido, tem o mesmo domicilio há vários anos, cruza com agentes da policia e gendarmaria diariamente nas ruas de El Aaiun e assim que convocado se apresentou na policia.

Após o terem inicialmente acusado de ter participado em distúrbios no passado dia 19 de Julho, após a vitória da equipa argelina na Copa de África, passaram a acusa-lo de “insultos a um funcionário público”.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Sidahmed Lemjeyid, prisioneiro político saharaui, vítima de negligência médica extrema, denuncia a família

PUSL.- Sidahmed Lemjeyid, prisioneiro político saharaui do Grupo Gdeim Izik, atualmente detido na prisão de Ait Melloul, condenado a prisão perpétua, foi levado ontem (26 de setembro) ao hospital de Agadir, após sentir dores insuportáveis ao longo do corpo.

No hospital, foi feita uma ressonância ao lado esquerdo do corpo, costas e rins. Ele foi levado de novo para a prisão directamente à enfermaria para fazer análises de sangue. Nenhuma explicação foi dada ao Sr. Lemjeyid e ele foi novamente levado para a sua cela.

Hoje (27 de setembro) o estado de saúde do Sr. Lemjeyid piorou e ele foi transportado novamente para o hospital, onde foi visto por um médico que prescreveu vários medicamentos. Segundo esse médico, o Sr. Lemjeyid sofre de um grave inchaço no lado esquerdo do corpo e nos rins. Esta situação, bem como a dor nas costas, é o resultado de frequentes complicações de saúde desde a sua detenção em 2010 e as graves torturas de que foi vítima, além de negligência médica intencional por parte das autoridades marroquinas.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Aminatou Haidar ganha Prémio Nobel Alternativo

PUSL.- A defensora saharaui dos direitos humanos Aminatou Haidar foi homenageada na quarta-feira com o chamado Nobel Alternativo pela Fundação Right Livelihood Award.

No site da Fundação pode ser lido:

Aminatou Haidar nasceu em El Aaiun a 24 de julho de 1967, quando o Sahara Ocidental estava sob o domínio colonial espanhol. Apenas dois anos antes, a Assembleia Geral da ONU tinha adotado a sua primeira resolução sobre o Sahara Ocidental, solicitando que a Espanha descolonizasse o território disputado. Nos anos seguintes, a Assembleia Geral da ONU pediu repetidamente à Espanha que organizasse um referendo sobre autodeterminação, sob supervisão da ONU. Enquanto isso, os países vizinhos Marrocos e Mauritânia invadiram e reivindicaram o território.

Haidar cresceu em tempos turbulentos. Em 1973, o movimento de libertação saharaui Polisario iniciou a sua luta pela independência do Sahara Ocidental e lançou os seus primeiros ataques militares às tropas espanholas. Uma comissão de investigação da ONU visitou o Sahara Ocidental na mesma época e encontrou total apoio à independência entre as pessoas que vivem no território disputado. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Protestos na Nova Zelândia contra “fosfatos de sangue” continuam

PUSL.- Desde agosto deste ano, ativistas da Nova Zelândia protestam constantemente contra a importação de fosfatos originários do Sahara Ocidental e vendidos ilegalmente por Marrocos.

Hoje, a organização “Climate Justice Taranaki” trancou o portão da fábrica de fertilizantes Ravensdown, bloqueando caminhões, devido as conexões da empresa com muitas questões ambientais e sociais, sendo a mudança climática a número um.

“Fechamos o portão aqui em Ravensdown hoje para destacar o facto de que esta empresa como ela é, deve ser fechada … O fertilizante Ravensdown é derivado de gás, combustível fóssil e ‘fosfatos de sangue’ retirados do Sahara Ocidental sob ocupação militar. Quando usado, o fertilizante emite óxido nitroso, que é um gás de efeito estufa 400 vezes pior que o dióxido de carbono.”

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

ESPANHA ATRIBUI CONDECORAÇÃO A TORTURADOR MARROQUINO

– Abdellatif Hammouchi foi denunciado na França por tortura do prisioneiro político saharaui Naama Asfari, condenado a 30 anos de prisão.

– O Comitê das Nações Unidas contra a Tortura estabeleceu que Marrocos torturou Naama Asfari.

Hammouchi também é acusado de torturar vários outros presos políticos do grupo Gdeim Izik.

– O governo espanhol do Partido Popular já havia concedido a Hammouchi a Cruz de Mérito Policial com um distintivo vermelho, a maior distinção entre os membros das Forças de Segurança do Estado.

– Agora, o ministro do Interior espanhol também homenageia o chefe da Gendarmaria Real de Marrocos.

Alfonso Lafarga.- Contramutis .- O ministro do Interior espanhol, Fernando Grande-Marlaska concedeu a Grã-Cruz da Ordem do Mérito da Guarda Civil ao mais alto chefe antiterrorista do Marrocos, Abdellatif Hammouchi, denunciado em França por tortura do prisioneiro político saharaui Naama Asfari.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Sahara Ocidental processará governos africanos e empresas por ocupação marroquina

PUSL.- Segundo noticia da SAHARAREPORTERS a RASD iniciará processos judiciais contra governos e empresas africanas que têm relações comerciais com Marrocos referentes aos recursos naturais do território saharaui.

Segundo a noticia publicada a RASD, numa reunião em Abuja, este fim de semana, escolheu o advogado Femi Falana para ser seu representante legal que iniciará uma acção judicial na Corte Africana de Direitos Humanos em Arusha, na Tanzânia.

Depois de aceitar a nomeação, Falana disse que os processos começarão na Nigéria, que consome toneladas de fosfato supostamente retiradas da RASD por Marrocos.

O advogado disse que não esperava muitos obstáculos no sucesso do apelo da RASD pelo fim da ocupação do seu território rico em minerais por Marrocos.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Departamento de Estado dos EUA aprova venda de mísseis anti-tanque TOW-2 para Marrocos

defence-blog.com.- O Departamento de Estado dos EUA aprovou uma possível venda de US $ 776 milhões de vários mísseis TOW-2A para Marrocos, informou a Agência de Cooperação em Segurança de Defesa na quinta-feira numa notificação oficial ao Congresso.

A possível venda para Marrocos inclui 2.401 TOW 2A, mísseis de radiofrequência (RF) (BGM-71-4B-RF); e 28 mísseis TOW 2A, radiofrequência (RF) (BGM-71-4B-RF), mísseis Fly-to-Buy para testes de aceitação de lotes; e 400 lançadores M220A2 TOW e / ou quatrocentos lançadores 400 M41 do sistema de aquisição de alvos aprimorados (ITAS), de acordo com a Agência de Cooperação em Segurança de Defesa.

“A venda proposta dos mísseis TOW 2A e dos lançadores TOW avançará os esforços de Marrocos para desenvolver uma capacidade integrada de defesa de solo. Uma forte defesa nacional e uma força militar dedicada ajudarão Marrocos a se sustentar nos seus esforços para manter a estabilidade ”, afirmou ele em comunicado recente.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

A Frente Polisario rejeita a construção de um porto atlântico e condena veementemente as políticas expansionistas de Marrocos nos territórios ocupados do Sahara Ocidental

Nova York, 19 de setembro de 2019 (SPS) -. O delegado da Frente POLISARIO nas Nações Unidas, condenou veementemente a política expansionista de Marrocos nas Áreas Ocupadas.

Em cartas separadas ao Sr. Jean-Pierre La Croix, Secretário Geral Adjunto das Nações Unidas, encarregado das Operações de Paz, e ao Sr. Colin Stewart, Representante Especial do Secretário Geral para o Sahara Ocidental, respectivamente, pelo Dr. Sidi Mohamed Omar, representante da POLISARIO nas Nações Unidas, expressou a sua rejeição à construção de um “novo porto atlântico”, com uma extensa infraestrutura a cerca de 70 quilpmetros ao norte de Dakhla, nos territórios ocupadas do Sahara Ocidental.

A Frente POLISARIO alerta que o projeto marroquino que será implementado na cidade ocupada de Dakhla é outro exemplo das políticas de anexação de Marrocos destinadas a perpetuar e normalizar a sua ocupação militar e a anexação ilegal de partes do Sahara Ocidental em flagrante violação do direito internacional.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>
1 2 3