Comunicado da Família de Abdallah Abbahah preso político saharaui do grupo Gdeim Izik

Família de Abdallah Abbahah – PUSL .- Depois de visitar hoje Abdallah Abbahah, que está em isolamento solitário prolongado desde a sua transferência para a prisão Tiflet2 em 7 de maio de 2018 e de acordo com seus desejos, informamos que Abdallah Abbahah fez uma greve de fome de 48 horas em 16 e 17 de setembro pelos seguintes 5 motivos:

1. Nenhuma das reclamações que ele apresentou às autoridades marroquinas sobre as condições deploráveis ​​do seu encarceramento foi respondida. As suas condições também foram mencionadas pela relatora especial de represálias (Sra. Ana Racu) do Comitê das Nações Unidas contra a Tortura

2. Várias vezes foram realizadas análises ao sangue sem que ele fosse informado do motivo destas análises, nem nunca obtivesse nenhum resultado desses testes. O seu médico não pode visitá-lo, apesar das medidas provisórias emitidas pelo Comitê das Nações Unidas contra a Tortura exigirem o seu direito a um médico à sua escolha

3. Embora ele tenha um grave problema de saúde, nenhum médico o visitou, embora ele tenha pedido repetidamente assistência médica e o Comitê da ONU contra a Tortura tenha emitido Medidas Provisórias exigindo o seu direito a um médico de sua escolha. Read more

Ayúdanos a difundir >>>