Protestos na Nova Zelândia contra “fosfatos de sangue” continuam

PUSL.- Desde agosto deste ano, ativistas da Nova Zelândia protestam constantemente contra a importação de fosfatos originários do Sahara Ocidental e vendidos ilegalmente por Marrocos.

Hoje, a organização “Climate Justice Taranaki” trancou o portão da fábrica de fertilizantes Ravensdown, bloqueando caminhões, devido as conexões da empresa com muitas questões ambientais e sociais, sendo a mudança climática a número um.

“Fechamos o portão aqui em Ravensdown hoje para destacar o facto de que esta empresa como ela é, deve ser fechada … O fertilizante Ravensdown é derivado de gás, combustível fóssil e ‘fosfatos de sangue’ retirados do Sahara Ocidental sob ocupação militar. Quando usado, o fertilizante emite óxido nitroso, que é um gás de efeito estufa 400 vezes pior que o dióxido de carbono.”

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

ESPANHA ATRIBUI CONDECORAÇÃO A TORTURADOR MARROQUINO

– Abdellatif Hammouchi foi denunciado na França por tortura do prisioneiro político saharaui Naama Asfari, condenado a 30 anos de prisão.

– O Comitê das Nações Unidas contra a Tortura estabeleceu que Marrocos torturou Naama Asfari.

Hammouchi também é acusado de torturar vários outros presos políticos do grupo Gdeim Izik.

– O governo espanhol do Partido Popular já havia concedido a Hammouchi a Cruz de Mérito Policial com um distintivo vermelho, a maior distinção entre os membros das Forças de Segurança do Estado.

– Agora, o ministro do Interior espanhol também homenageia o chefe da Gendarmaria Real de Marrocos.

Alfonso Lafarga.- Contramutis .- O ministro do Interior espanhol, Fernando Grande-Marlaska concedeu a Grã-Cruz da Ordem do Mérito da Guarda Civil ao mais alto chefe antiterrorista do Marrocos, Abdellatif Hammouchi, denunciado em França por tortura do prisioneiro político saharaui Naama Asfari.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>