Aminatou Haidar ganha Prémio Nobel Alternativo

PUSL.- A defensora saharaui dos direitos humanos Aminatou Haidar foi homenageada na quarta-feira com o chamado Nobel Alternativo pela Fundação Right Livelihood Award.

No site da Fundação pode ser lido:

Aminatou Haidar nasceu em El Aaiun a 24 de julho de 1967, quando o Sahara Ocidental estava sob o domínio colonial espanhol. Apenas dois anos antes, a Assembleia Geral da ONU tinha adotado a sua primeira resolução sobre o Sahara Ocidental, solicitando que a Espanha descolonizasse o território disputado. Nos anos seguintes, a Assembleia Geral da ONU pediu repetidamente à Espanha que organizasse um referendo sobre autodeterminação, sob supervisão da ONU. Enquanto isso, os países vizinhos Marrocos e Mauritânia invadiram e reivindicaram o território.

Haidar cresceu em tempos turbulentos. Em 1973, o movimento de libertação saharaui Polisario iniciou a sua luta pela independência do Sahara Ocidental e lançou os seus primeiros ataques militares às tropas espanholas. Uma comissão de investigação da ONU visitou o Sahara Ocidental na mesma época e encontrou total apoio à independência entre as pessoas que vivem no território disputado. Read more

Ayúdanos a difundir >>>