Mohamed Lamin Boudnani , activista saharaui detido e encarcerado na prisão negra

PUSL.- Na sexta-feira, dia 27 de Setembro, Mohamed Lamin Boudnani foi condenado sob uma falsa acusação de “insultar um funcionário público” pelo tribunal de El Aaiun.

No passado dia 23 de Setembro Boudnani foi convocado a apresentar-se na policia, quando chegou foi surpreendido com um interrogatório onde foi informado pela primeira vez que tinha um mandato de captura desde 2016.

Esta afirmação por parte das autoridades Marroquinas é inverosímil visto que o Sr. Boudnani não estava escondido, tem o mesmo domicilio há vários anos, cruza com agentes da policia e gendarmaria diariamente nas ruas de El Aaiun e assim que convocado se apresentou na policia.

Após o terem inicialmente acusado de ter participado em distúrbios no passado dia 19 de Julho, após a vitória da equipa argelina na Copa de África, passaram a acusa-lo de “insultos a um funcionário público”.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>