Activista saharaui Mahfouda Lefkir condenada a seis meses de prisão

PUSL.- Segundo informação do Sr. Bomba pai de Mahfouda Lefkir a activista foi condenada a 6 meses de prisão.

A sentença é baseada no facto Mahfouda ter interpelado o juiz no passado dia 15 de Novembro no final do julgamento do seu primo Mansour Elmoussaoui de 15 anos.

Hoje no final do seu julgamento Mahfouda declarou ao juiz que a sua condenação nada tem a ver com a acusação. É uma condenação pelo meu activismo, pelo meu trabalho, pelo facto de ser saharaui e defender e ansiar a nossa independência, disse a jovem mãe.

O tribunal de El Aaiun esteve sob cerco policial e não houve observadores internacionais presentes. No julgamento estavam o pai e irmãos de Mahfouda e alguns amigos da família.
O advogado de Mahfouda vai apresentar recurso no prazo autorizado por lei.
A sentença excede em 4 meses as penas máximas usualmente atribuídas em Marrocos por desrespeito ao tribunal.

A casa da família de Mahfouda está sob cerco policial e ninguém é autorizado a sair ou entrar na casa.

 

Ayúdanos a difundir >>>