Prémio Nobel Alternativo y prémio Rafto agredidos em El Aaiun por autoridades marroquinas

PUSL.- No sábado dia 11 de Janeiro 2020, Aminetu Haidar activista saharaui de direitos humanos recentemente galardoada com o Premio Nobel Alternativo e Mohamed Dadach activista saharaui e prémio RAFTO para os direitos humanos foram agredidos em El Aaiun, territórios ocupados do Sahara Ocidental, por agentes das autoridades marroquinas de ocupação.

Os activistas foram agredidos quando iam entrar na casa de Ghalia Djimi e Dafa Ahmed activistas de direitos humanos saharauis onde se ia realizar uma reunião às 14h00 para analisar o recente congresso da Frente Polisário celebrado no mês passado nos território libertados do Sahara Ocidental.

No momento da agressão já se encontravam mais de uma dezena de activistas dentro da casa.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>