O Rally “Africa Eco Race” aceita condições saharauis e atravessa o território com bandeiras do Sahara Ocidental

Jornal La Realidad Saharaui / DLRS, segunda-feira 13 de janeiro de 2010.- O portal de informações saharaui Nuchatta, na sua edição de 13 de janeiro, informa que o Rally Africa Eco Race aceitou as medidas exigidas pela população saharaui que desde sábado está em protesto em El Guerguerat na fronteira saharaui com a Mauritânia. Após o encontro com os ativistas saharauis, a corrida atravessou o território exibindo bandeiras da República Saharaui.

A fonte indica que, no domingo, as autoridades de ocupação marroquinas enviaram vários carros todo o terreno para a área com o objetivo de agredir os ativistas saharauis e expulsá-los. Um vídeo documenta uma tentativa de dois veículos com placas marroquinas, que estavam a tentar forçar a abertura da estrada. Mas os ativistas saharauis impediram e expulsaram os agentes marroquinos na presença de uma patrulha da MINURSO.

Os saharauis, carregando bandeiras e estandartes nacionais, começaram na segunda-feira a parar os veículos do Rally e exigir que respeitem e cumpram as suas condições. Primeiro, destacando que eles estão em território da República Saharaui e não marroquina e que devem levar bandeiras saharauis nos seus veículos. No final e com a mediação da patrulha da ONU, a organização do Rally aceitou as condições. Ativistas saharauis distribuíram documentos sobre o Sahara Ocidental e o seu conflito com o ocupante marroquino entre todos os participantes do Rally. Os participantes também colocaram nos seus carros bandeiras saharauis e mostraram o seu sinal de solidariedade, como aparece nas imagens distribuídas pelos ativistas. No lado saharaui, nenhum veículo com placa marroquina foi autorizado a acompanhar o Rally.

Assim, a Africa Eco Race cruzou territórios libertados saharauis do ponto de fronteira saharaui com a Mauritânia, conhecido como El Guerguerat, na manhã de segunda-feira.

Ayúdanos a difundir >>>