Abertura de consulados no Sahara Ocidental ocupado: RASD solicita que UA tome medidas urgentes

Bir Lahlou (Territórios Libertados), 20 de janeiro de 2020 (SPS) – A República Árabe Saharaui Democrática (RASD) instou a União Africana (UA) e os seus membros a tomarem medidas urgentes para levar os Estados africanos a reconsiderar em as suas graves decisões de abrir “consulados” “nos territórios saharauis ocupados.

A abertura pela Costa do Marfim, Comores, Gâmbia, Guiné e Gabão de consulados nos territórios ocupados do Sahara Ocidental é um “acto perigoso que viola todos os princípios que levaram à criação da Organização da Unidade Africana (OUA), em particular a intangibilidade das fronteiras existentes no momento da independência, de acordo com o Artigo 4 do Acto Constitutivo da União Africana “, afirmou o Ministério das Relações Exteriores Saharui num comunicado à imprensa.

Através das suas decisões unilaterais de abrir consulados no Sahara Ocidental ocupado, esses estados africanos transgrediram princípios e objetivos da União Africana, nomeadamente o seu Pacto de Não Agressão e Defesa Comum, acrescentou a fonte.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>