Marrocos critica Ban e anuncia ações contra missão da ONU no Saara Ocidental

603980_363365177116121_1916055287_nFonte: UOL Noticias

Rabat, 15 mar (EFE).- O governo do Marrocos denunciou nesta terça-feira um novo “ultraje” por parte do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e anunciou que irá reduzir unilateralmente a missão que a organização mantém no Saara Ocidental.

Em comunicado divulgado por seu Ministério das Relações Exteriores, o Marrocos afirmou que irá retirar a “contribuição voluntária” que fornece à missão e afirmou que irá analisar a saída dos soldados marroquinos que participam de outras ações de paz no mundo.

Esta é a crise mais grave entre Marrocos e a ONU, que mantém no Saara Ocidental uma das missões de paz mais antigas do mundo (desde 1991), composta de 210 agentes e mais de 250 funcionários civis.

Segundo o comunicado, o chanceler marroquino, Salah ad-Din Mezuar, viajou ontem a Nova York por ordem do rei Muhammad VI (atualmente na Rússia) para apresentar pessoalmente o protesto pelas declarações de Ban, que usou o termo “ocupação” para se referir à atuação do Marrocos no Saara Ocidental.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Delegação da Frente Polisario em Portugal recebida pelo Grupo Parlamentar do PSD

Assembleia da República

psd15 de março de 2016 – porunsaharalibre.org

O Grupo Parlamentar do PSD manteve hoje um encontro com a delegação da Frente Polisario em Portugal na Assembleia da República.

O delegado da Frente Polisario, Sr. Ahamed Fal, informou o Grupo Parlamentar sobre a situação actual vivida no Sahara Ocidental e sobre a visita de Ban Ki Moon à região.

Nesta reunião foram ainda discutidos a recente decisão do Tribunal Europeu que anula os acordos entre a UE e Marrocos no que respeita a comercialização de produtos provenientes do Sahara Ocidental, assim como o Comunicado da União Africana sobre os recursos naturais.

Este encontro enquadra-se numa ronda de reuniões solicitadas pela Delegação da Frente Polisario em Portugal no novo mandato da Assembleia da República.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Secretário-geral da ONU “dececionado e indignado” por protesto contra si em Marrocos

Ban Ki-moon é alvo de crítica devido à "falta de imparcialidade" relativamente à situação no Saara Ocidental

Ban Ki-moon é alvo de crítica devido à “falta de imparcialidade” relativamente à situação no Saara Ocidental

Fonte: observador.pt

Secretário-geral da ONU considera que protestos contra si em Marrocos são um “ataque” contra a sua pessoa. Protestos prendem-se com a situação no Saara Ocidental.

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Ban Ki-moon, transmitiu, esta segunda-feira, a Marrocos a sua “profunda deceção e indignação” relativamente ao protesto convocado no domingo em Rabat, que considerou um “ataque” contra a sua pessoa.

A posição foi manifestada por Ban Ki-moon durante uma reunião, esta segunda-feira, com o ministro dos Negócios Estrangeiros marroquino, Salahedin Mezuar, na qual foram discutidos temas relacionados com o conflito do Saara Ocidental.

Dezenas de milhares de pessoas manifestaram-se, este domingo, na capital de Marrocos, contra a “falta de neutralidade” do secretário-geral da ONU sobre o conflito do Saara Ocidental.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Painel sobre violação dos direitos humanos das Mulheres e Crianças na 31a  sessão dos direitos humanos das Nações Unidas

bruselas 2

7 de março de 2016 – porunsaharalibre.org

No sétimo dia da 31a sessão dos direitos humanos das Nações Unidas a delegação saharaui presente teve a oportunidade de denunciar a realidade vivida pelas mulheres e crianças saharauis nos territórios ocupados e nos acampamentos de refugiados.

A delegação saharaui na 31a sessão dos direitos humanos, esteve representada  no painel  sobre violação dos direitos humanos das Mulheres e Crianças organizada pela ONG Liberation, com as oradoras Abida Mohamed Buzeid e Isabel Lourenço da Fundación Sahara Occidental. Durante o painel foi apresentado um vídeo da organização Adala UK sobre as torturas sofridas pelas crianças saharauis nos territórios ocupados.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Sahara Ocidental declara os limites exteriores da sua zona económica exclusiva (ZEE) de 200 milhas

Captura de pantalla 2016-03-06 a las 1.21.45

Comunicado da Frente POLISARIO

Bir Lehlu, 5 de Março de 2016

O governo da República Árabe Saharaui Democrática (RASD), liderada pela Frente Polisario, representante do povo saharaui, tomou medidas para proteger os recursos da sua zona marítima ao submeter ao Secretário Geral das Nações Unidas as coordenadas geográficas e cartas que ilustram os limites exteriores das 200milhas náuticas da sua zona económica exclusiva.

As zonas marítimas do Sahara Ocidental, incluindo a zona económica exclusiva, foram oficialmente declaradas em 2009 (ver: http://www.sadroilandgas.com/publicity.htm). Hoje, aproveitando a visita de Ban Ki Moon ao Sahara Ocidental. o governo da RASD, tomou mais um passo ao entregar ao Secretário Geral das Nações Unidas, depositário da convenção das Nações Unidas da lei do Mar, as coordenadas e cartas que delimitam os limites exteriores da ZEE do Sahara Ocidental.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Milhares de saarauis exigem ao secretário-geral da ONU solução antes de fim de mandato

AoMSGJVLskjTOT9AFHjqib8d4wCxw9GNS605n-vsXzFV

Fonte: Observador

Milhares de saarauis pediram a Ban Ki-moon para pressionar Marrocos no sentido de resolver um conflito de quatro décadas, num encontro realizado nas “zonas libertadas” do Saara Ocidental.

Milhares de saarauis receberam hoje o secretário-geral da ONU nas “zonas libertadas” do Saara Ocidental, onde pediram a Ban Ki-moon para pressionar Marrocos para resolver, até final do ano, um conflito de quatro décadas.

O diplomata sul-coreano chegou a meio da tarde, de helicóptero, à localidade de Bir Lehlu, conquistada pela Frente Polisário às forças ocupantes durante a guerra, após uma breve e intensa visita aos campos de refugiados na região argelina de Tinduf.

Tal como no campo de Smara, milhares de saarauis receberam Ban com gritos de “liberdade para o Saara” e apelos para que a ONU imponha a realização do referendo, acordado na década de 1990.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Reino de Marrocos reage à greve de fome dos 13 prisioneiros do grupo Gdeim Izik iniciada a 1 de março de 2016

12823054_1326062737410067_1534125209_o

5 de março de 2016 – porunsaharalibre.org

12821969_1325666227449718_1538342759_nNuma declaração ao jornal marroquino “Le Matin”, a Delegação das Penitenciárias e Reinserção Social (DGPRS) de Marrocos reage à greve de fome dos 13 prisioneiros do grupo Gdeim Izik iniciada a 1 de março de 2016. A DGPRS afirma que a greve de fome dos 13 presos não está relacionada com as suas condições de detenção, realçando que os presos em questão usufruem de todas os direitos garantidos pela lei marroquina. e que além disso foram agrupados num “bairro” da prisão , que lhes são permitidas visitas de familiares e amigos próximos, assim como a entrega de comida do exterior.

A DGPRS declara ainda que se trata de um grupo de detidos que estão presos por fazerem parte de um bando criminoso que praticam atos violentos contra forças da autoridade com o intuito de lhes provocar danos, o que levou à morte de alguns agentes.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Os Corpos Gerentes do Sindicato dos Professores do Norte (SPN/Fenprof) manifestam o seu apoio e solidariedade aos presos saharauis de Gdeim Izik

logospn

Porto, 5 de Março de 2016  – porunsaharalibre.org

Solidariedade com presos saharauis em greve de fome

No dia 1 de março, 13 presos políticos saharauis iniciaram uma greve de fome, por tempo indeterminado, reivindicando o direito à sua liberdade e chamando a atenção da comunidade internacional para uma detenção que a Organização das Nações Unidas considera arbitrária (Relatório 2014 do Relator Especial para a detenção arbitrária).

Os Corpos Gerentes do Sindicato dos Professores do Norte (SPN/Fenprof), reunidos no dia 5 de março de 2016, manifestam o seu apoio e solidariedade aos presos saharauis de Gdeim Izik, em cativeiro há mais de cinco anos. A sua condenação pelo Tribunal das Forças Armadas reais marroquinas a penas que variam entre 20 anos e prisão perpétua, traduzem a vingança do Estado marroquino face à luta pacífica do povo saharaui pela sua independência.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Grupo Parlamentar do PCP reúne com Delegado da Frente Polisário em Portugal

Lisboa, 4 de março 2016 – porunsaharalibre.org

12822042_1325669430782731_1242189922_nO Grupo Parlamentar do PCP, representado pela deputada Carla Cruz, reuniu esta sexta-feira com o delegado da Frente Polisario em Portugal, Sr. Ahamed Fal.

O delegado transmitiu à deputada Carla Cruz as preocupações da Frente Polisário relativamente à situação vivida nos territórios ocupados e com o grupo de 13 presos políticos do grupo de Gdeim Izik, actualmente em greve de forme aberta.

12833490_1325668750782799_743843295_nForam ainda analisados o recente acórdão do tribunal Europeu sobre os acordos de pesca e agrícola, que reiterou a ilegalidade da ocupação marroquina do território do Sahara Ocidental e da exploração dos seus recursos naturais por Marrocos, assim como o comunicado da da União Africana sobre recursos naturais e conflitos no continente. A ronda pela região do Sahara efectuada durante estes dias pelo SG das NU, Ban Ki Moon e o prolongamento do mandato da Minurso foram igualmente discutidos. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Ministro dos Negócios Estrangeiros saharaui adverte que a credibilidade da ONU está em jogo

descargaFonte: radiointereconomia.com

Argel, 3 março.- O ministro dos Negócios Estrangeiros saharaui, Mohamed Salem Ould Salek, classificou crucial a visita de Ban Ki Moon, secretário geral das NU, que se realizará no sábado aos acampamentos de refugiados na Argélia e as zonas libertadas, a primeira durante o seu mandato.

Em declarações à televisão oficial saharaui, o chanceler desejou que a viagem possa servir para desbloquear o processo e advertiu que de isso depende a credibilidade da ONU.

“É um evento importante porque é o primeiro representante das Nações Unidas. Com a estagnação do processo de paz, por causa da intransigência marroquina, a visita é de particular importância”, disse ele.

“Vinte e cinco anos passaram (desde o acordo de cessar-fogo promovido pela ONU) e o referendo não é organizado. O referendo é a única missão da Organização das Nações Unidas, que Marrocos obstaculiza até aos dias de hoje “, disse o ministro.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

O representante da Frente Polisario em Portugal reuniu com o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda

reunion BE 03032016

Fonte: porunsaharalibre.org – 3 de março de 2016

O representante da Frente Polisario em Portugal, Sr. Ahamed Fal, reuniu hoje como grupo parlamentar do BE, representado pelo seu líder Pedro Filipe Soares, a deputada Domicilia Costa e Bárbara Veiga.

12721731_1324962824186725_1438156698_nO representante da Frente Polisario em Portugal,  transmitiu informação atualizada  sobre a evolução do conflito no Sahara Ocidental, com especial ênfase para as negociações paralisadas devido à recusa de Marrocos em cooperar com a Comunidade Internacional,  a repressão sobre a população saharaui nos territórios ocupados por Marrocos, a situação dos presos políticos nas prisões marroquinas, cumprindo sentenças injustas e desproporcionadas em condições extremamente desumanas, uma situação que levou o grupo de presos de Gdeim Izik a iniciar uma greve de fome. de tempo indeterminado no passado dia 1 de março.  Foi entregue ao Grupo Parlamentar documentação informativa sobre o acórdão do Tribunal Europeu sobre a ilegalidade dos acordos bilaterais entre Marrocos e a UE que incluem o território do Sahara Ocidental, o comunicado do Conselho de Paz e Segurança da União Africana da sua reunião 575 de 11 de Fevereiro sobre recursos naturais e  conflitos em África. O Bloco de Esquerda foi ainda alertado para o facto que Marrocos pretende convocar a reunião do Fórum Crans Montana para a cidade de Dahkla nos territórios ocupados do Sahara Ocidental , como já aconteceu no ano transacto, o que constitui uma violação flagrante do direito internacional.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>
1 101 102 103 104