Vários defensores saharauis dos direitos humanos atacados ontem em El Aaiun ocupado

Jornal La Realidad Saharaui / DLRS, terça-feira 04/02/2020

Vários defensores saharauis de direitos humanos foram atacados ontem em El Aaiun ocupado

O Prêmio Rafto de Direitos Humanos, Mohamed Daddach, foi atacado assim com o ativista Abdelaziz Biay

* Fonte: Ativistas saharauis dos direitos humanos

Os protestos pacíficos realizados pelos saharauis ontem, segunda-feira, 3 de fevereiro, na cidade ocupada de El Aaiun, resultaram em vários feridos, incluindo o Prêmio Rafto de direitos humanos Mohamed Daddach. O protesto foi convocado pelo coordenador dos movimentos civis saharauis da Intifada para condenar a celebração da Taça de África da Futsal CAF, que Marrocos organizou nesta cidade saharaui sob ocupação militar. O ativista Abdelaziz Biay disse que vários agentes civis e uniformizados atacaram um grupo de ativistas saharauis e ex-presos políticos quando saíram às ruas com bandeiras saharauis para se manifestarem contra a Taça Futsal que Marrocos está a organizar na cidade. O ativista, que acompanhou Daddach, denunciou que o Prêmio Rafto foi levado por vários agentes para um beco onde ele não podia ser filmado e lá eles executaram a sua agressão, com espancamentos, insultos e vexações.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Prémio Nobel Alternativo y prémio Rafto agredidos em El Aaiun por autoridades marroquinas

PUSL.- No sábado dia 11 de Janeiro 2020, Aminetu Haidar activista saharaui de direitos humanos recentemente galardoada com o Premio Nobel Alternativo e Mohamed Dadach activista saharaui e prémio RAFTO para os direitos humanos foram agredidos em El Aaiun, territórios ocupados do Sahara Ocidental, por agentes das autoridades marroquinas de ocupação.

Os activistas foram agredidos quando iam entrar na casa de Ghalia Djimi e Dafa Ahmed activistas de direitos humanos saharauis onde se ia realizar uma reunião às 14h00 para analisar o recente congresso da Frente Polisário celebrado no mês passado nos território libertados do Sahara Ocidental.

No momento da agressão já se encontravam mais de uma dezena de activistas dentro da casa.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Manifestações de dezenas de manifestantes ativistas dos direitos saharauis em El Aaiun e Bojador

Fonte: Ativistas Saharauis de Direitos Humanos / El Aaiun / Fotos. Ativistas de comunicação (EIC  Poemario por un Sahara Libre)

De acordo com ativistas saharauis de direitos humanos, dezenas de manifestantes saharauis sairam à rua nas cidades ocupadas de El Aaiun e Bojador.

Após o apelo lançado na semana passada pela coordenadora Gdeim Izik em conjunto com organizações e comitês civis saharauis nos territórios ocupados, as cidades de El Aaiun e Bojador viveram nesta quinta-feira à tarde protestos contra a ocupação marroquina e em apoio aos prisioneiros políticos saharauis nas prisões marroquinas.

Um dos defensores dos direitos humanos da cidade de El Aaiun indicou que a população representada em diferentes associações e comitês saiu do bairro Maatala, conhecido como Sweto, com faixas e bandeiras saharauis que com vários slogans contra a ocupação e em apoio aos presos politicos saharauis detidos nas prisões marroquinas.

O ativista de direitos humanos e defensor Abdelaziz Biay numa conversa telefônica com o Diário saharaui disse que a população atendeu ao apelo que foi feito e que o aparelho repressivo da administração de ocupação marroquina ficou surpreso com o número de manifestantes que tomaram as ruas de vários bairros. No momento da redação, a fonte indicou que os confrontos com forças policiais e auxiliares continuaram a se desenvolver nos distritos de Larak, Lehcheisha e El Batimat e que a principal concentração foi organizada na principal avenida de Smara da cidade, onde as unidades e as forças de motim se concentraram para confrontar os manifestantes. A fonte disse que há vários feridos, mas que o número de vítimas e detidos ainda não foi registrado. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Carta aos professores espanhois de visita a El Aaiun

Hmad Hamad escreve aos professores da época colonial espanhola:

Queridos Professores,

Escrevo esta carta porque não consigo expressar o que sinto sem que as lágrimas marejam os meus olhos.

Queria dar-vos as boas vindas de braços abertos e um sorriso no rosto, eram essas a boas vindas que merecem aqueles que nos transmitiram saber e participaram na nossa formação, não apenas académica mas como seres humanos.

Gostaria de dar-vos as boas vindas ao lado dos meus colegas e amigos e recebe-los nas nossas casas onde as nossas mães lhes poderiam agradecer todo o vosso trabalho e dedicação.

Infelizmente essas não são as boas vindas que posso dar. Não vós posso dar as boas vindas ao lado dos meus colegas e amigos porque após a vossa partida, e após o abandono de Espanha, Marrocos entrou e ocupou à força o Sahara, matou, assassinou, sequestrou e encarcerou os vossos alunos, meus amigos e colegas.

Muitos deles faleceram, desapareceram ou definharam nas masmorras marroquinas. Assim como eu fui detido e torturado quase até à morte, assim foi o destino de muitos deles. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Destruição de rodovias e pontes no Sahara Ocidental e sublevações em Marrocos evidenciam os pontos fracos de M6

m6-debilidades

4 de novembro de 2016, porunsaharalibre.org

Na ultima semana as chuvas torrenciais assolaram os territórios ocupados do Sahara Ocidental, e em especial a capital, El Aaiun.

O rio que divide a cidade e desagua no mar transbordou as suas margens arrastando tudo o que encontrou no caminho, gado, carros, pessoas, edifícios, estradas e pontes.

Para além de algumas mortes e um grande prejuízo para a população saharaui, também teve um efeito paralisante no transporte de todos os recursos naturais e pesca que Marrocos rouba ilegalmente neste território.

Apesar da grande propaganda e o teatro montado pelo ocupante ilegal, o Reino de Marrocos não investe efetivamente em nada nos territórios ocupados que não esteja directamente ligado ao saque selvagem. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Desastre humano e ecologico no Sahara Ocidental devido à incúria das autoridades de ocupação

inundaciones-sahara-occidental

Dezenas de saharauis desaparecidos devido a inundações en Saguia Rio, bairros destruidos e dezenas de manadas de gado mortos em Smara e El Aaiun ocupada.

Publicado em EIC Poemario por un Sahara Libre. Fonte: Informações da Rede Maizirat / territórios ocupados Sahara Ocidental dos Fotos: Maizirat Equipa Media e activistas saharauis.

A cidade saharaui ocupada de El Aaiun ficou isolada devido a fortes enchentes que assolaram esta parte do território ocupado saharaui, durante os dias 26 e 29 de outubro. O maior rio do Sahara Ocidental, o Rio Saguia transbordou destruindo completamente os bairros que se erguem ao longo de suas margens. As enchentes mataram centenas de cabeças de camelos, bovinos e caprinos, conforme relatado pelo Rede de Informações Saharaui Maizirat.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Manifestações em homenagem a Mohamed Abdelaziz no Sahara Ocidental ocupado

3 de junho de 2016, porunsaharalibre.org

No dia em que começaram as cerimónias fúnebres oficiais nos campos de refugiados saharauis, a população saharaui nos territórios ocupados também assinalou e homenageou Mohamed Abdelaziz, Presidente da RASD e Secretário Geral da Frente Polisário.

Depois da oração de sexta-feira, centenas de Saharauis saíram da Mesquita e juntaram-se numa enorme manifestação em homenagem a Mohamed Abdelaziz, entoando palavras de ordem como “labadil, labadi antakrir el massir” (não há outra solução que não seja a autodeterminação).

Apesar da enorme presença militar, paramilitar, forças auxiliares, policiais e policia secreta que têm atacado constantemente os manifestantes nos últimos dias para impedir qualquer manifestação de pesar, não lhe foi possivel impedir o mar de saharauis no bairro de Matalaa. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Casa da familia de Mohamed Abdelaziz sob cerco policial nos territórios ocupados do Sahara Ocidental

Foto de archivo

Foto de archivo

2 de junho de 2016, porusaharalibre.org

A casa onde reside o irmão do falecido Mohamed Abdelaziz na capital do Sahara Ocidental ocupado encontra-se sob cerco policial brutal.

Segundo nos relata o vice-presidente da Codapso, Hmad Hamad, ontem vários activistas saharauis ergeuram uma tenda em frente à casa do advogado Erguibi, irmão de Abdelaziz, para que a população saharaui podesse juntar-se ai em oração e despedir-se simbolicamente do seu amado presidente.

As forças de ocupação desmantelaram à força a tenda e dispersaram os activistas e saharauis presentes no local.

Erguibi é um conhecido advogado e ex-preso politico da prisão secreta de Meguna, conhecida pela violência das torturas e maus tratos onde passaram dezenas de saharauis, o irmão do Presidente Abedaliziz esteve detido nesse inferno durante 16 anos. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Forças de ocupação marroquinas reprimem uma manifestação pacífica de desempregados saharauis

ki_1ElAaiun (territórios ocupados), 16/032016 (SPS)

Forças de ocupação marroquinas, formadas por forças auxiliares e agentes de segurança à paisana dispersaram, ontem, violentamente uma manifestação pacífica organizada pela Coordenadora de Desempregados Saharauis na cidade de El Aaiun (capital do Sahara Ocidental ocupado).

A intervenção das forças de repressão provocou várias vítimas, incluindo Kalzum Tamek, que sofreu de desmaios e perdeu a consciência devido aos espancamentos e também Hamadi Al-Bakari, Mahaju Lahweimad, Mohamed Mouloud Mansur Mohamed Beibat e Zein Al-Abidin Yaya.

A Coordenadora de Desempregados Saharauis “vê com preocupação a crescente repressão contra todas as actividades pacíficas e civis organizados pelos desempregados saharauis e afirmou que continuam a reivindicar os seus legítimos direitos e ao mesmo tempo, a solidariedade com todos os presos políticos saharauis, em especial com os membros do grupo de Gdeim Izik que estão em greve de fome, exigindo das autoridades marroquinas a sua libertação imediata e incondicional “.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>