Manifestação em Solidaridade com o Povo Saharaui dia 12 de Outubro em Paris

PUSL.- A Coordenadora das Associações da Comunidade Saharaui em França e a Plataforma Francesa de Solidariedade com o Povo do Sahara Ocidental organizam uma manifestação no próximo dia 12 de Outubro na Place de la République em Paris entre as 15h00 e as 19h00.

Esta acção poucos dias antes da reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas para debater a Missão da ONU no Sahara Ocidental pretende alertar a opinião pública e as Nações Unidas para a situação insustentável a que o povo saharaui está exposto nos territórios ocupados.

França tem sido um aliado de Marrocos e tem impedido consecutivamente a inclusão no mandato da Missão das Nações Unidas a protecção da população saharaui nos territórios do Sahara Ocidental ocupados por Marrocos.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Manifestações em El Aaiun celebrando a primeira acção armada da POLISARIO

PUSL.- Homens, mulheres e crianças saharauis sairam à rua no dia 20 de Maio em El Aaiun, celebrando o aniversário da primeira acção armada da Frente Polisário.

Apesar do cerco policial e militar e de forças auxiliares marroquinas, para evitar as manifestações em todo o território do Sahara Ocidental ocupado, a população saharaui saiu à rua manifestando-se.

O 20 de Maio é celebrado anulamente apesar de toda a repressão e controle apertado das forças de ocupação que reprimem qualquer manifestação.

No bairro de El Arak em El Aaiun, um grupo de saharauis consegui escapar ao cerco policial e manifestou-se pelas 23h como se pode ver no video.

A realização de manifestações nos territórios ocupados é cada vez mais dificil. As autoridades marroquinas impedem a todo o custo o agrupamento de saharauis para que não se realizem manifestações.

Bairros inteiros estã sob cerco policial continuo e a policia secreta está presente em todas as cidades. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Manifestação em El Aaiun pela libertação de presos de Gdeim Izik brutalmente reprimida

Na tarde de sábado, 15 de Abril, dezenas de activistas saharauis revindicaram a libertação dos presos politicos saharauis do Grupo de Gdeim Izik.

Segundo informação de Aicha Babeit do órgão intifadamay as autoridades marroquinas investiram de forma brutal contra os manifestantes provocando inúmeros feridos graves que tiveram que ser transportados para o hospital.

Entre os feridos estão os activistas:
Mariam Bourheimi, Fatimetu Darhuar, Ghalia Jimmi, Barkadina Baali, Mahfouda Lefkir, Ali Douhihi, Aziza Ndour, Arrahaad Lamash, Mohamed Dadach, Ahmed Dafa, Hadtum Zaraginat, Lehbib Sahlhe, Fatma Ragkaoui, Ebeba Sidamou y El Houcein Moujahid Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Manifestação pela libertação dos presos politicos saharauis em Nancy, França

A diáspora saharaui de Nancy, França organizou uma manifestação em coordinação associações que apoiam o povo Saharaui pela libertação dos presos politicos saharauise em particular com o grupo Gdeim Izik na sexta-feira dia 13 de Abril.

A manifestação começou com uma concentração na praça central da cidade francesa e continou com uma marcha até à sede do governador onde os manifestantes entregaram uma carta pela libertação de todos os presos saharauis.

Durante a concentração e a marcha pela cidade que durou mais de uma hora, os activistas contactaram com a população local informando sobre a situação dos presos politicos e denunciando a detenção de activistas saharauis. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Manifestação em El Aaiun exigindo a libertação dos presos politicos

Esta manhã a Coordinadora Gdeim Izik realizou uma manifestação com dezenas de saharauis exigindo a libertação imediata de todos os presos politicos.

A manifestação foi brutalmente desmantelada pelas autoridades de ocupação que não sabiam da realização da mesma uma vez que não houve convocação pública.

A três dias do novo julgamento do grupo de Gdeim Izik e no meio de julgamentos e detenções das ultimas semanas a população saharaui dos territórios ocupados sai às ruas diariamente para revindicar a autodeterminação e libertação dos presos politicos. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Smara e El Aaiun em revolta contra a ocupação marroquina

Smara y El Aaiun

Fotos: Red Maizirat, Smara News y Activistas DDHH

Publicado em EIC Poemario por un Sahara Libre – Fonte: Red Maizirat/Territoriosocupados/Sahara Occidental

Conforme relatado por fontes saharauis, defensores dos direitos humanos e Informações da Rádio Maizirat, as cidades de Smara e El Aaiun tiveram na segunda-feira, 24 de outubro grandes protestos pacíficos contra a ocupação marroquina. As fontes relataram que os manifestantes vieram de vários bairros centrais da cidade com bandeiras da República Saharaui, panos, distribuição de folhetos e cantando slogans contra o regime de Marrocos e a sua persistência na ocupação dos territórios do Sahara Ocidental.

Os protestos dos grupos de desempregados saharauis, tanto na cidade de Smara e El Aaiun, exigiam o seu direito ao trabalho e aos benefícios dos recursos da sua terra. A fonte informou que várias unidades das forças auxiliares, polícia e gendarmerie marroquina foram mobilizadas para dispersar os manifestantes atuando com a sua brutalidade habitual contra os manifestantes. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Manifestações de pesar pela morte de Mohamed Abdelaziz

1 de junho de 2016, porunsaharalibre.org

A população saharaui dos territórios ocupados tem-se manifestado desde o anúncio do falecimento de Mohamed Abdelaziz presidente da RASD e SG da Frente Polisario em todas as cidades do Sahara Ocidental.

13334411_1395971053752568_432797166_oCânticos, e cartazes com a fotografia do carismático líder são as armas dos manifestantes que mais uma vez acorrem às ruas em manifestações pacificas.

As autoridades marroquinas destacaram inúmeros contigentes para controlar a situação como é visível nas imagens que nos chegam.

Nas redes sociais os marroquinos tentam difundir calúnias e mentiras sobre a vida e obra de Mohamed Abdelaziz, chegando ao cúmulo de lhe alterarem o ano e local de nascimento. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

As forças de ocupação marroquinas investem violentamente contra os manifestantes que se manifestavam em repúdio do assassinato de Brahim Saika

arton1885-fa45d

Equipe Media, 16 de abril de 2016

As forças de ocupação marroquinas investem violentamente contra os manifestantes que se manifestavam em repúdio do assassinato de Brahim Saika

Dezenas de saharauis foram feridos, como resultado da intervenção das forças de ocupação contra os manifestantes, no centro de El Aaiun ocupado, que expressavam a sua solidariedade e condenavam o assassinato do sindicalista saharaui sob prisão, Brahim Saika.

Equipe Media documentou a intervenção contra a manifestação convocada pela Coordenada de Desempregados Saharauis em El Aaiun ocupada, a qual se juntaram a Coordenador de Gdeim Izik e a Coordenadora das Associações Saharauis Direitos Humanos e também participaram muitos cidadãos saharauis que desafiam o cerco policial e o terrorismo das autoridades de ocupação. Bachar Azafati relata, que os manifestantes carregavam um caixão simbólico, aludindo ao assassinato de Brahim Saika depois de ter sido torturado na esquadra de Guelmin; muitos participantes usavam roupas pretas para expressar a sua dor e gritavam palavras de ordem como “Mártires descansem em paz, a luta continua ” e “Apesar de toda tirania, somos um povo que não morre.”

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Forças de ocupação marroquinas reprimem uma manifestação pacífica de desempregados saharauis

ki_1ElAaiun (territórios ocupados), 16/032016 (SPS)

Forças de ocupação marroquinas, formadas por forças auxiliares e agentes de segurança à paisana dispersaram, ontem, violentamente uma manifestação pacífica organizada pela Coordenadora de Desempregados Saharauis na cidade de El Aaiun (capital do Sahara Ocidental ocupado).

A intervenção das forças de repressão provocou várias vítimas, incluindo Kalzum Tamek, que sofreu de desmaios e perdeu a consciência devido aos espancamentos e também Hamadi Al-Bakari, Mahaju Lahweimad, Mohamed Mouloud Mansur Mohamed Beibat e Zein Al-Abidin Yaya.

A Coordenadora de Desempregados Saharauis “vê com preocupação a crescente repressão contra todas as actividades pacíficas e civis organizados pelos desempregados saharauis e afirmou que continuam a reivindicar os seus legítimos direitos e ao mesmo tempo, a solidariedade com todos os presos políticos saharauis, em especial com os membros do grupo de Gdeim Izik que estão em greve de fome, exigindo das autoridades marroquinas a sua libertação imediata e incondicional “.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>