Preso politico saharaui Mbarek Daoudi libertado

PUSL.- O preso politico saharaui Mbarek Daoudi foi libertado esta manhã com pena cumprida após 5 anos e meio de prisão. Daoudi teve vários julgamentos sem nunca terem sido apresentadas provas de qualquer crime cometido.

Daoudi que foi vítima de tortura e esteve várias vezes em greve de fome, uma das vez mais de 50 dias.

O processo jurídico de Mbarek Daoudi é repleto de atropelos à lei e justiça com várias condenações sucessivas e que não têm em conta o tempo em detenção arbitrária.

O estado de saúde de Daoudi tem vindo a deteriorar-se durante o seu tempo de detenção, devido à negligência médica sistemática a que os presos políticos estão sujeitos.

PUSL congratula Mbarek Daoudi e a sua familia pela libertação. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

O preso politico saharaui Mbarek Daoudi julgado de novo

Mbarek Daoudi foi condenado ontem, 3 de Janeiro a mais um mês de prisão a adicionar aos 5 anos e seis meses que está a cumprir após a sua detenção em 29 de Setembro de 2013.

O caso deste activista saharaui é uma grave violação continua e repetida da própria lei marroquina, tendo sido detido de forma arbitrária vitima de tortura, inclusive em frente aos seus filhos e condenações sucessivas após a sua detenção com vários processos e julgamentos.

O processo de ontem foi realizado na ausência de Mbarek Daoudi que não sabe quais as acusações contra ele e nem sequer teve a possibilidade de informar o seu advogado.

As autoridades marroquinas são obrigadas por lei a levar os presos ao tribunal em caso de julgamento, o que não se verificou no caso de Mbarek Daoudi. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Mbarek Daoudi hospitalizado de urgência

O preso politico saharaui Mbarek Daoudi foi transferido hoje da prisão de Bouzakarn para o hospital regional.

Daoudi foi transferido para o hospital após sofrer desmaios repetidos provocados pela tensão arterial elevada e também se queixou de uma fractura a nivel das costelas e caixa torácica.

Mbarek Daoudi foi condenado a seis anos de prisão e tem sido transferido amiúde de estabelecimento prisional, sendo vitima constante de maus tratos pelas autoridades marroquinas.

Também a familia é constantemente perseguida e intimidada. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Brahim e Hassan Daoudi acusados de insultar um funcionário da prisão

daoudi7 de julio de 2016, porunsaharalibre

Brahim e Hassan Daoudi foram hoje presentes a tribunal com a acusação de insulto a um funcionário da prisão de Ait Melloul, onde se encontra detido o seu pai, Mbarek Daoudi.

Como noticiado ontem (https://porunsaharalibre.org/pt/2016/04/omar-e-hassan-daoudi-detidos-durante-13-horas-por-tentar-levar-comida-ao-pai/) os filhos de Mbarek Daoudi pretendiam entregar alimentos ao seu pai, mas forma impedidos pelos funcionários da prisão, ao protestar contra situação foram levados para a esquadra da policia onde foram submetidos a interrogatório durante 13 horas.

Hoje dia 7 de Abril, pelas 9h00 os jovens foram presentes ao Juiz que os informou que são acusados de insulto a um funcionário e que o julgamento terá lugar no próximo dia 21 de Abril, em Inzegan/Agadir.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Brahim e Hassan Daoudi detidos durante 13 horas por tentar levar comida ao pai

familia daoudi

6 de abril de 2016, porunsaharalibre.org

Na terça-feira dia 5 de Abril, os filhos do preso politico Mbarek Daoudi, dirigiram-se à prisão de Ait Melloul onde pretendiam visitar o pai e entregar bens alimenticios.

Os guardas da prisão impediram Brahim e Hassan Daoudi de entregar a carne, fruta e legumes que levavam como é costume nas prisões marroquinas onde a alimentação não cobre as necessidades mais elementares.

Perante o protesto dos dois jovens, a policia marroquina levou-os para a esquadra onde forma interrogados durante 13 horas.

Irão ser presentes ao juiz de instrução amanhã dia 7 de Abril.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>