Marrocos denuncia atos da Polisário, mas a ONU não vê nenhuma violação

United Naciones, 11 jan (lavanguardia.com) .- A ONU confirmou hoje que recebeu uma carta de Marrocos, com relatos de várias ações recentes da Frente Polisário, mas descobriu que nenhum deles envolveu uma violação dos acordos de cessar-fogo .

A missão da ONU na área, a MINURSO, esteve presente nos alegados incidentes e “não observaram qualquer coisa que implicaria a violação nos termos de acordos aplicáveis”, disse aos jornalistas o porta-voz do SG, Stephane Dujarric.

O porta-voz lembrou que a MINURSO estabeleceu procedimentos para monitorar tais situações e, sempre que violações são identificadas, ações são postas em prática imediatamente com as partes para responder e notificar o Conselho de Segurança da ONU.

Leer más …Marrocos denuncia atos da Polisário, mas a ONU não vê nenhuma violação

Transcrição da declaração aos meios de comunicação social do Enviado Pessoal do Secretário-Geral da ONU para o Sahara Ocidental

Mesa Redonda Inicial sobre o Sahara Ocidental

Genebra, 6 de dezembro de 2018

Senhoras, Senhores, obrigada a todos por terem vindo

Estou muito satisfeito por estar aqui, vou ler uma breve declaração e, em seguida, tenho o prazer de fornecer algumas das minhas impressões das reuniões realizadas aqui em Genebra. Eu não vou responder a nenhuma pergunta hoje.

As delegações concordaram com a seguinte declaração:

Comunicado

6 de dezembro de 2018

A convite do enviado pessoal do Secretário-Geral para o Sahara Ocidental, o ex-Presidente Horst Köhler da Alemanha, as delegações de Marrocos, a Frente POLISARIO, a Argélia e a Mauritânia assistiram a uma mesa redonda inicial em 5 e 6 de dezembro de 2018 em Genebra de acordo com a Resolução 2440 do Conselho de Segurança.

Leer más …Transcrição da declaração aos meios de comunicação social do Enviado Pessoal do Secretário-Geral da ONU para o Sahara Ocidental

A ONU amplia a sua missão no Sahara Ocidental por mais seis meses

eldiario.es.- A ONU estendeu sua missão de paz no Sahara Ocidental (Minurso) por seis meses, em vez dos doze tradicionais, a fim de continuar a pressionar as partes a negociar uma solução para o conflito.

Com doze votos a favor e três abstenções, o Conselho de Segurança da ONU aprovou uma proposta dos Estados Unidos, que foi discutida até o último momento, já que países como a França preferiram um mandato de um ano.

A pedido dos EUA, a Minurso já havia sido renovada em abril passado por apenas seis meses, a fim de pressionar Marrocos e a Frente Polisário a se sentarem à mesa de negociação após anos de bloqueio.

Para Washington, essa abordagem foi bem-sucedida e facilitou que as duas partes concordassem em se reunir em dezembro próximo, em Genebra, numa reunião organizada pelo mediador da ONU, Horst Köhler.

Leer más …A ONU amplia a sua missão no Sahara Ocidental por mais seis meses

Guterres pede ao Conselho de Segurança da ONU extensão de mandato da MINURSO

PUSL.- O secretário-geral da ONU pediu hoje ao Conselho de Segurança que estenda por um ano o mandato da MINURSO (Missão das Nações Unidas para o Referendo do Sahara Ocidental), para apoiar o reinício das negociações políticas agendadas para Dezembro entre Marrocos e a Frente Polisario.

“Recomendo que o Conselho estenda o mandato por um ano, até 31 de Outubro de 2019, para dar ao meu emissário o espaço e o tempo necessários para criar condições que permitam o avanço do processo político”, escreveu António Guterres, num documento obtido pela agência noticiosa francesa AFP.

“Peço às partes e aos vizinhos que cheguem à mesa de negociações de boa-fé e sem condições prévias”, nos dias 5 e 6 de dezembro próximo, na Suíça.

Leer más …Guterres pede ao Conselho de Segurança da ONU extensão de mandato da MINURSO

A Frente POLISARIO é ratificada pela Comissão Especial de Descolonização como representante único e legítimo do povo saharaui

Nações Unidas (Nova Iorque), 21 de setembro de 2018 (SPS) -. O Comitê Especial de Descolonização das Nações Unidas para examinar a situação relativa à aplicação da Declaração sobre a Concessão de Independência aos Países e Povos Coloniais reafirmou que a Frente POLISARIO continua a ser o único e legítimo representante do povo saharaui em conformidade com as resoluções da Assembleia Geral das Nações Unidas.

No seu relatório anual para 2018, apresentado à 73 sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, a Comissão Especial reafirmou também o direito do povo saharaui à autodeterminação e o estatuto jurídico do Sahara Ocidental como uma questão de descolonização, essa forte e franca posição que reforça a posição da Frente POLISARIO como o único e legítimo representante do povo saharaui, representa mais um golpe grave e um revés para a diplomacia marroquina estado ocupante, que recorreu a todos os meios de pressão, chantagem, engano e fraude, para pressuadir os membros do Comitê de se absterem de apoiar essa posição, assinando e estando em conformidade com a legitimidade internacional e resoluções relevantes das Nações Unidas.

Leer más …A Frente POLISARIO é ratificada pela Comissão Especial de Descolonização como representante único e legítimo do povo saharaui

Relatório do SG da ONU sobre a cooperação dos Estado na área dos direitos humanos

PUSL.- O relatório de António Guterres, Secretário Geral da ONU publicado a 13 de Agosto de 2018, sobre a cooperação dos Estados na área dos direitos humanos, é um relatório que se resume a um universo muito limitado já que a maiorias das violações de direitos humanos não são reportadas de forma “oficial” e atravês dos mecanismos da ONU, visto que na maior parte do mundo o acesso a estes mecanismos é basicamente inacessível nem as vitimas têm os meios necessários para activar os procedimentos, nem conhecimento da existência dos mesmos.

Neste relatório, o secretário-geral destaca os recentes desenvolvimentos que ocorreram dentro e fora do sistema das Nações Unidas para combater atos de intimidação e represálias contra aqueles que buscam cooperar ou têm cooperado, apresentaram queixas ou informações sobre situações de violações de direitos humanos junto das Nações Unidas, os seus representantes e os mecanismos no campo dos direitos humanos.

Leer más …Relatório do SG da ONU sobre a cooperação dos Estado na área dos direitos humanos

Como Marrocos tenta obstruir o trabalho do enviado especial da ONU para o Sahara Ocidental

Horst KöhlerFonte: TSA (Argélia) Por: Sonia Lyes 12 de agosto de 2018 / Tradução não oficial de Poesia EIC para espanhol para um Sahara Livre

A apresentação feita por Horst Kohler, representante pessoal do Secretário Geral das Nações Unidas para o Sahara Ocidental, ao Conselho de Segurança da ONU sobre a sua recente visita à região, foi precedida nos bastidores por manobras marroquinas destinadas a antecipar a apresentação e limitá-la a um simples fato.

Isto é revelado numa carta enviada pelo Representante Permanente de Marrocos à ONU aos quinze membros do Conselho de Segurança da ONU em 6 de agosto, dois dias antes da apresentação de Horst Kohler.

“O Conselho de Segurança realizará em 8 de agosto de 2018 a sua terceira consulta em seis meses sobre a questão do Sahara marroquino. A reunião foi solicitada pelo representante pessoal do Secretário Geral, Sr. Horst Kohler, o briefing será apenas um relatório objetivo da sua visita à região em junho passado “, escreveu Omar Hilale (embaixador de Marrocos para a ONU em Nova Iorque), acrescentando que “Marrocos teria preferido esta terceira apresentação e o representante pessoal teria sido ouvido numa fase posterior “.

Leer más …Como Marrocos tenta obstruir o trabalho do enviado especial da ONU para o Sahara Ocidental

Comunicado de imprensa de Koehler

Horst KöhlerPUSL.- Após a visita ao Sahara Ocidental o enviado pessoal do Secretário-geral da ONU para este territorio emitiu um comunicado que fica muito aquém daquilo que se esperava. Koehler parece não querer “aborrecer” o ocupante marroquino e não menciona que a população saharaui saiu em massa à rua deixando claro que não existe outra solução que não seja a autodeterminação.

O ex-presidente da alemanha, ex-negociador do tratado de Maastricht, ex-membro da comissão trilateral e com ligações ao grupo Bilderberg, ex-presidente do FMI, ex-presidente do Banco Europeu de Reconstrução e Desenvolvimento, co-presidente do Banco Africano de Desenvolvimento e autor do plano Marshall para Africa decidiu no seu comunicado enfatizar a necesidade de uma solução “realista e de compromisso” que abra as portas ao investimento estrangeiro e criação de emprego na região. Parecendo mais preocupado com a economia e o investimento estrangeiro que com a ocupação e a máquina de repressão do ocupante. as detenções arbitrárias, os desaparecimentos forçados, a apropriação da cultura, a imposição da nacionalidade marroquina aos saharauis, a alteração dos nomes saharauis para que fiquem “marroconizados”, as torturas, etc etc etc

Leer más …Comunicado de imprensa de Koehler

Situação do jovem saharaui Eyub Ali Buyema

PUSL.- De acordo com um comunicado de imprensa do Ministério para os territórios ocupados da RASD o jovem saharaui Eyub Ali Buyema, de 18 anos, vizinho de El Aaiún, estudante do ensino secundário, ao qual Marrocos impõe o nome de Ayub Elghan, participou nas manifestações de El Aaiún, a 28 de junho de 2018, altura em que foi atropelado, por um carro de polícia, marca Toyota, modelo “Prado”, com a matricula número 147251, conduzido pelo agente policial marroquino, Mohsen Essrighni.

Como resultado do atropelamento , o jovem sofreu ferimentos graves devido aos quais teve que ser transferido para o hospital Hassan Ben Mehdi. Lá, a negligência da equipe administrativa e de saúde do hospital piorou a sua situação clínica, devido à forte hemorragia interna que sofreu. Na sexta-feira, 29 de junho, no mesmo hospital, o jovem apresentava um quadro clínico complicado. A família do jovem, nas portas do hospital, foi impedida de vê-lo. Assim que as autoridades de ocupação tomaram consciência da gravidade do caso, impediram a sua família de visitá-lo e, além disso, não ofereceram nenhuma informação verídica, esperando que o enviado pessoal da ONU deixasse o território, para não inflamar a população saharaui ainda mais, que continuava a manifestar-se em diferentes partes do Sahara Ocidental.

Para ganhar tempo, Marrocos usou os truques mais inefáveis ​​e ignominiosos.

Primeiro, disseram à família que o jovem estava numa situação estável e que ele seria transferido numa ambulância, para uma das cidades marroquinas para tratamento. Mais tarde, já no sábado, 30 de julho, mais uma vez, eles foram informados de que iriam transferi-num avião para a cidade marroquina de Marrakech, mas pouco depois a familia foi notificada de que o avião havia sofrido uma falha técnica.

Leer más …Situação do jovem saharaui Eyub Ali Buyema

Visita do Enviado Persoal do SG da ONU, Sr. Horst Köhler, ao Sahara Ocidental.

Ministério dos territórios Ocupados da RASD
Comunicado de imprensa
1º de julho de 2018

O enviado persoal da ONU, chegou a El Aaiun (capital do Sahara Ocidental), na quinta-feira 28 de junho, 2018, para iniciar a sua primeira visita aos territórios ocupados, a fim de ter uma melhor compreensão da situação real no terreno.

Esta visita enquadra-se no marco do estabelecido na última Resolução do Conselho de Segurança da ONU, sobre o Sahara Ocidental, em 27 de abril, que convida ambas as partes, a Frente Polisario e o Reino de Marrocos, a entrarem em negociações. directas, sem condições prévias, para chegar a um acordo que proporcione a autodeterminação do povo saharaui.

A partir do momento do anúncio da visita, as autoridades de ocupação marroquinas, colocaram todos os esforços para evitar qualquer sinal de expressão da livre vontade do povo saharaui, afogando a cidade num mar de forças de todos os tipos e condições de segurança, impondo um autêntico toque de recolher e lei marcial e estabelecendo o encerramento hermético do território a qualquer observador internacional que quisesse entrar. Tudo isso, com o objetivo de exibir, perante o enviado da ONU, a falácia de que o território é um refúgio de paz e estabilidade.

Leer más …Visita do Enviado Persoal do SG da ONU, Sr. Horst Köhler, ao Sahara Ocidental.

Jovem saharaui entre a vida e morte por gritar “Autodeterminação”

PUSL.- A 28 de Junho, no primeiro dia da visita de Horst Koehler, enviado pessoal do Secretário Geral das Nações Unidas para o Sahara Ocidental, a El Aaiun, a policia atacou violentamente a população saharaui que saiu às ruas para deixar uma mensagem clara a ONU: Maghreb Barra, Labadil Labadil antakrir el Massir – Marrocos Fora – não há outra solução que não seja a autodeterminação.

Durante a repressão aos manifestantes um carro da polícia atropelou e feriu fatalmente o jovem Ayoub Ali Elghan. Segundo as testemunhas presentes o carro empurrou o jovem contra um muro onde o “esmagou”. A familia informou que no hospital foi diagnosticado com fractura da bacia e várias outras fracturas, hemorragias internas, ferimentos na cabeça.

No dia 29 de Junho o jovem que entrava e saía de coma e cuja situação é muito critica, foi transferido para um avião fretado para o transportar acompanhado da sua mãe para um hospital em Marrakesh, fora dos territórios ocupados. O avião teve uma avaria e regressou a El Aaiun.

Ayoub encontra-se no hospital de El Aaiun e em estado muito grave.

As autoridades marroquinas receando o pior filmaram Ayoub no hospital e obrigaram-no a dizer que não foi um carro da Policia mas sim um carro civil que o havia atropelado junto das vivendas na Avenida Smara, fazendo circular o video nas redes sociais. (ver video 1)

Leer más …Jovem saharaui entre a vida e morte por gritar “Autodeterminação”

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies