Preso político e jornalista saharaui Salah Lebsir entra em Greve de Fome

salah lebsir

31 de maio de 2016, Equipo de prensa y porunsaharalibre.org – El Aaiun

O Preso político e jornalista saharaui Salah Lebsir entra em Greve de Fome na prisão de Ait Melloul, Marrocos esta terça-feira dia 31 de Maio.

O jovem activista de direitos humanos e jornalista, entra em greve de fome em protesto contra as condições infra-humanas em que se encontra detido e exige a transferência para outra prisão.

Porunsaharalibre recorda que apenas há poucos dias Mohamed Hafed Iazza terminou uma greve de fome na mesma prisão, que iniciou pelas mesma razões, tendo acabado por ser transferido após quase 1 mês de greve de fome e em estado de saúde muito débil.

De acordo com o que foi confirmado pela família de Salah, o jovem entrou em greve em protesto contra os maus tratos recebidos pelos seus captores e pela privação dos seus direitos básicos e, em particular, a visita da família. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Uma prisão perpétua “surreal”

Hassana01--644x362

Fonte: abc.es

Um saharaui condenado por Rabat a quatro meses é punido com prisão perpétua, meses mais tarde pelos mesmos factos. Aalia, um fugitivo para Marrocos, está à espera de uma resposta ao seu pedido de asilo em Espanha.

“Pela primeira vez na minha vida eu senti-me livre”, diz Hassana Aalia (nascido em El Aaiun, 1988), recordando o acampamento de protesto Gdeim Izik erguido no Sahara Ocidental em 2010. Milhares de saharauis participaram nele durante um mês até que o Exército de Marrocos o desmantelou pela força a 8 de novembro. Nos distúrbios morreram mais de uma dúzia de pessoas, a maioria agentes marroquinos, de acordo com a Human Rights Watch (HRW).

Aalia foi condenado em 14 de Fevereiro de 2011 a quatro meses de prisão, que não teve que cumprir uma vez que não tinha antecedentes . Foi provado, que não tinha participado em ataques contra as forças de segurança marroquinas, de acordo com um relatório da Associação Internacional de Observação dos Direitos Humanos (AIODH). Read more

Ayúdanos a difundir >>>

O preso político saharaui Mohamed El Hafed Yazza termina greve de fome

preso politico26 de maio de 2016, porunsaharalibre.org

O preso politico saharaui Mohamed El Hafed Yazza terminou esta madrugada a sua greve de fome após 26 dias.

A Adiministração Geral das Penitenciárias ordenou a sua transferência hoje da prisão de Ait Melloul para a prisão de Taroudant.

O estado de saúde de Mohamed El Hafed Yazza é muito preocupante sendo incapaz de se manter de pé.

Recordamos que o preso politico saharaui já realizou várias greves de fome ao desde 2008 ano em que foi injustamente condenado a 15 anos de prisão.

Durante o seu tempo de detenção tem sido vitima constante de maus tratos e negliência médica grave. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

23º dia de Greve de Fome do Preso Político Saharaui Mohamed El Hafed Yazza

preso politico24 de maio de 2016, porunsaharalibre.org

A família do preso político saharaui Mohamed El Hafed Yazza, informou hoje que o estado de saúde do detido está cada vez mais deteriorado após 23 dias de greve de fome.

Recordamos que Mohamed El Hafed Yazza, entrou em Greve de fome o passado dia 1 de Maio em protesto contra as condições infra-humanas em que se encontra detido na prisão de Ait Melloul, a falta de assistência médica e exigindo a sua transferência para a prisão de Bozakarin para estar mais perto da família.

O preso político saharaui Mohamed El Hafed Yazza encontra-se detido desde março de 2008 após a sua participação numa manifestação pacífica organizada por jovens saharauis na cidade de Tantan, no sul de Marrocos, para exigir o direito do povo saharaui à autodeterminação, cumpre uma sentença de 15 anos de prisão ditada num julgamento celebrado em Marrocos sem as mínimas garantias de um processo justo e legal.

Tem sido transferido de forma arbitrária por várias vezes nos últimos 8 anos de prisão em prisão, sofrendo torturas e maus tratos, negligência médica grave e realizou várias greve de fome em protesto pelas condições a que é sujeito. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Alerta pela deterioração do estado de saúde de preso politico saharaui

13153453_1376549302361410_1702713303_nFonte: lavanguardia.com

Argel, 03 maio (EFE) .- A Comissão de Direitos Humanos saharaui (CONASADH) expressou hoje a sua profunda preocupação com a “grave deterioração” do estado de saúde de Abdelkhalek Merkhi ativista que entrou em greve de fome no início de abril na prisão local de Tiznit (Marrocos).

Num comunicado divulgado hoje pela agência saharaui SPS, a CONASADH explica que Merkhi “sofre de perdas de consciência e dificuldade em andar ou mover-se normalmente” devido à greve de fome.

“Reafirmamos a nossa solidariedade com sua causa e as suas reivindicações legítimas (e pedimos) que sejam observados os requisitos e as convenções internacionais pertinentes “, a CONASADH, responsabiliza Marrocos por tudo o que possa acontecer a. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Parlamento Europeu – Esquerda Unida denúncia situação estudantes e presos políticos saharauis em greve de fome e a expulsão de advogados internacionais

Foto: iueuropa.org

Foto: iueuropa.org

25 de abril de 2016, porunsaharalibre.org Fonte: Izquierda Unida Europa

Numa pergunta escrita, a vice-presidente do Intergrupo para o Sahara Ocidental e deputada da Esquerda Unida, Paloma Lopez, denunciou à Alta Representante da União para os Negócios Estrangeiros, Federica Mogherini, o estado de saúde critico dos estudantes saharauis na prisão de Oudaya, “a sua saúde está-se a deteriorar rapidamente devido às condições na prisão e à sua greve de fome iniciada a 23 de março para denunciar a sua situação. “

Paloma Lopez assinala os graves problemas de saúde dos estudantes, como já publicamos (https://porunsaharalibre.org/pt/2016/04/31o-dia-de-huelga-de-hambre-de-12-estudiantes-saharauis-detenidos/) “As condições de sua detenção não respeitam os direitos humanos”, denuncia Lopez, que apela á UE que atue para acabar com a impunidade das forças de segurança marroquinas e garantir que os direitos fundamentais dos saharauis sejam respeitados.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Adiado julgamento do jornalista saharaui Salah Lebsir

salah labsir

22 de abril de 2016, porunsaharalibre.org

O tribunal marroquino de primeira instância de Smara , territórios ocupados do Sahara Ocidental, adiou o julgamento do jornalista saharaui e preso político Salah Lebsir para 25 de maio, de acordo com informações do Ministério da RASD dos Territórios Ocupados e da Diáspora.

Sala foi condenado no inicio do processo a 4 anos de prisão devido à sua participação em manifestações pacíficas que exigem o direito do povo saharaui à autodeterminação.

O jornalista aguarda o julgamento na prisão de Ait Melloul.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Detenção de activista de direitos humanos em Bojador Sahara Ocidental

13000455_1365464623469878_797337969_o19 de abril de 2016 – porunsaharalibre.org

Liga para a Protecção dos prisioneiros saharauis nas prisões marroquinas

Abdelmoula Ehafidi, ex prisioneiro político saharaui, ativista de direitos humanos foi detido sábado, abril 16, 2016 em Bojador Sahara Ocidental após a emissão de um mandado de busca contra ele. Nos proximos dias será presente ao juiz de instrução de Marrakech.

O activista saharaui de direitos humanos, de 30 anos, foi membro do Conselho Executivo da Liga Saharaui de Direitos Humanos e proteção dos recursos, estudante saharaui em Marrakech e ex-preso político saharaui.

Abdelmoula Elhafidi participou em vários protestos pacíficos reivindicando o direito do povo saharaui à autodeterminação. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Adiado julgamento do preso político saharaui, Mohamed El Bashir Amidan

13016612_1365372023479138_1078915855_o19 de abril de 2016 – porunsaharalibre.org

O julgamento do preso político saharaui, Mohamed El Bashir Amidan foi adiado, esta segunda-feira dia 18 de Abril.

Amidan entrou na sala de tribunal a entoar slogans pela autodeterminação do Sahara Ocidental, os amigos e familiares presentes repetiram as palavras de ordem sendo de imediato expulsados da sala pelas autoridades marroquinas.

O Juiz do tribunal de primeira instância de El Aaiun, adiou o julgamento para o próximo dia 25 de Abril de 2016.

Mohamed El Bashir Amidan, está actualmente detido na prisão Negra de El Aaiun. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Brahim e Hassan Daoudi detidos durante 13 horas por tentar levar comida ao pai

familia daoudi

6 de abril de 2016, porunsaharalibre.org

Na terça-feira dia 5 de Abril, os filhos do preso politico Mbarek Daoudi, dirigiram-se à prisão de Ait Melloul onde pretendiam visitar o pai e entregar bens alimenticios.

Os guardas da prisão impediram Brahim e Hassan Daoudi de entregar a carne, fruta e legumes que levavam como é costume nas prisões marroquinas onde a alimentação não cobre as necessidades mais elementares.

Perante o protesto dos dois jovens, a policia marroquina levou-os para a esquadra onde forma interrogados durante 13 horas.

Irão ser presentes ao juiz de instrução amanhã dia 7 de Abril.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Preso político saharaui e jornalista em greve de fome desde 3 de Março

12957364_975261059217892_172814469_nFonte: Equipe Media e Por un Sahara Libre

O Sr. Banbari Mohamed, saharaui repórter da Equipe Media e prisioneiro político condenado a 6 anos iniciou uma  greve de fome por tempo indeterminado a 3 de março 2016 na prisão de Dahkla, territórios ocupados do Sahara Ocidental.

Recordamos que Mohamed Banbari foi condenado a seis anos de prisão pelo Tribunal de Primeira Instância de El Aaiun, em julgamento na terça-feira 12 de Janeiro de 2016. A sentença contra Mohamed Banbari, que estava em greve de fome, foi precedida por 12 anos de prisão condenação atribuída na primeira instância do mesmo tribunal.

Banbari, 46 anos, correspondente em Dakhla de Equipe Media, disse após a decisão do tribunal que iria continuar a greve de fome que terminou após 28 dias, e apelou aos saharauis e organizações internacionais para fazer pressão sobre Marrocos. Equipe Média considera que este é um prisioneiro político. Read more

Ayúdanos a difundir >>>
1 8 9 10 11